Radio Calema
InicioAngolaRegiõesBié: Vice-governador destaca importância da formação superior no desenvolvimento da província

Bié: Vice-governador destaca importância da formação superior no desenvolvimento da província

Cuito – O aumento de mais estudantes no ensino superior na província do Bié, este ano, através da entrada em funcionamento de novos cursos nas escolas superiores pedagógica e politécnica, demonstra aposta do estado angolano na formação acadêmica e profissional, mormente para a juventude, que visa datá-los de novas ferramentas para que junto do governo desenvolvem a província.

Vice-governador para a esfera técnica e infra--estruturas do Bié, José Fernando Tchatuvela (Foto: JULINO CAPINGALA)
Vice-governador para a esfera técnica e infra–estruturas do Bié, José Fernando Tchatuvela (Foto: JULINO CAPINGALA)

A afirmação é do vice-governador para a esfera técnica e infra-estruturas, no Bié, José Fernando Tchatuvela, falando nesta terça-feira, no Cuito, à margem da realização das II jornadas científicas da Universidade José Eduardo dos Santos, nesta parcela do país.

Dentre as novas especialidades constam os cursos de Biologia, Química e Educação Física e Desporto (Escola Superior Pedagógica do Bié) e Comunicação Social, Engenharia Hidráulica, Engenharia Informática, Psicologia do Trabalho e de Saúde (Escola Superior Politécnica).

Com a inclusão de mais cursos, de acordo com aquele responsável, houve um aumento de mil e 135 novas vagas, em detrimento das cerca de 700 nos anos anteriores.

A Escola Superior Pedagógica do Bié possuia já os cursos de Matemática, Física, Psicologia, Educação primária, Geografia, Educação Pré-escolar.

A Escola Superior Pedagógica do Bié, criada em 2010, possui 12 salas e  dois mil estudantes. As aulas são asseguradas por 72 professores, dos quais 24 estrangeiros, entre cubanos e brasileiros. Enquanto, a Escola Superior Politécnica tem ainda no seu currículo Enfermagem Geral e Contabilidade. A Escola Superior Politécnica do Bié foi criada há quatro anos como resultado de uma série de transformações que vão ocorrendo no ensino superior, através do decreto nº 7/09.

A instituição possui 12 salas de aula com capacidade para 45 estudantes cada, quatro laboratórios, auditório, biblioteca, cantina, área de lazer, entre outros compartimentos.

Em 2013 contou com 743 estudantes nos cursos de Contabilidade e Gestão e Enfermagem Geral, assegurados por 80 docentes, entre expatriados e nacionais. (portalangop.co.ao)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.