Radio Calema
InicioEconomiaBalança comercial angolana positiva em 11,4 mil milhões de dólares até Março

Balança comercial angolana positiva em 11,4 mil milhões de dólares até Março

A balança comercial angolana obteve um resultado positivo superior a 11,4 mil milhões de dólares no primeiro trimestre deste ano, essencialmente devido às receitas do petróleo.

A nova marginal de Luanda (Foto: D.R.)
A nova marginal de Luanda
(Foto: D.R.)

Os dados constam do último relatório do Instituto Nacional de Estatística (INE) angolano sobre o Comércio Externo, relativo ao primeiro trimestre de 2014 e ao qual a Lusa teve acesso nesta terça-feira.

Neste período, lê-se no documento que acaba de ser concluído, a balança comercial de Angola teve um saldo positivo na ordem dos 11.470 milhões de dólares (8,3 mil milhões de euros), “como resultado do comportamento do preço do petróleo, principal produto de exportação de Angola”.

Face ao primeiro trimestre de 2013, as exportações caíram este ano cerca de 10,55%, enquanto as importações, no mesmo período, registaram uma diminuição de 22,64%, segundo os dados do INE.

Entre Janeiro e Março de 2014, a economia angolana exportou 15.441 milhões de dólares (11,3 mil milhões de euros). No sentido inverso, importou 3.971 milhões de dólares (2,9 mil milhões de euros), segundo o mesmo relatório, de informação rápida e ainda provisório.

Comparando trimestres, o resultado positivo da balança comercial reduziu-se em 2014 em cerca de 700 milhões de dólares (514 milhões de euros), face ao mesmo período do ano anterior.

As exportações, segundo os dados do INE, resumem-se aos produtos petrolíferos, sendo Angola o segundo maior produtor da África subsaariana. Há ainda registo de exportação de produtos agrícolas, metais, madeira e cortiça, num total de cerca de 300 milhões de dólares (em 11,4 mil milhões).

A China continua a ser o maior destino do petróleo angolano. As exportações angolanas negociadas com Pequim representaram 50,8% do total, com um volume de 7.844 milhões de dólares (5,7 milhões de euros) no primeiro trimestre de 2014. Seguiram-se países como a Índia (7,93%), Canadá (5,20%) e Taiwan (4,59%).

Nas importações, o principal parceiro angolano continua a ser Portugal, com 18,40% do total, correspondente, neste estudo do INE, a 730 milhões de dólares (536 milhões de euros) apenas no primeiro trimestre do ano. Países como a China (12,29%), Estados Unidos da América (7,20%), Emirados Árabes Unidos (5,45%) e Reino Unido (5,11%) fecham o grupo dos principais fornecedores de Angola. (publico.pt)

 

 

 

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.