Radio Calema
InicioAngolaDiplomata santomense realça fortalecimento das relações com Angola

Diplomata santomense realça fortalecimento das relações com Angola

O embaixador da República de São Tomé e Príncipe em Angola, Damião Vaz de Almeida, disse hoje que após mais de três décadas de relacionamento enquanto estados independentes e soberanos, as relações políticas e diplomáticas entre Angola e São Tomé e Príncipe têm-se aprofundados cada vez mais.

Damião Vaz de Almeida, Embaixador de São Tomé e Príncipe (Foto: Francisco Miudo)
Damião Vaz de Almeida, Embaixador de São Tomé e Príncipe (Foto: Francisco Miudo)

O diplomata, que fazia um balanço das relações entre os dois países no quadro do 39º aniversário da independência de São Tomé e Príncipe, a assinalar-se a12 deste mês (sexta-feira), frisou que estas relações de excelência foram  fortalecidas ao longo destes anos.

Acrescentou que “neste momento têm sido desenvolvidas acções inscritas no quadro da 7ª Comissão Mista, da qual resultaram um conjunto de parcerias ao nível institucional e que estão a ser materializadas”.

Explicou que, dentre estas, destaque para a área da saúde, educação, defesa, formação de quadros, bem como cooperação no domínio do turismo, com a troca de experiência na formação de quadros.

Já no domínio do ambiente, disse que têm sido desenvolvido muitas actividades e que está em curso a preparação de um acordo de troca de experiência neste domínio, “porque o ambiente hoje é um tema de actualidade mundial e São Tomé e Príncipe está interessada no aprofundando desta cooperação.

O embaixador reforçou que a cooperação inscreve-se num quadro transversal, que vai da área das finanças aos aspectos económicos, bem como da agricultura.

Para o embaixador Damião Vaz de Almeida, as lideranças politicas têm procurado, no bem dos respectivos povos, desenvolver acções que conduzam a resultados positivos recíprocos.

A titulo de exemplo, o embaixador, que se encontra no país há cerca de dois anos, ressaltou a recente reunião na capital angolana dos Países Africanos de Língua Oficial

Portuguesa (PALOP), com o objectivo da institucionalização do Fórum da organização.

“Mais do que nunca os nossos líderes têm procurado uma aproximação para, precisamente,  dar resposta à questão do aprofundamento deste mesmo relacionamento que é do interesse de todos”, disse. (portalangop.co.ao)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.