Radio Calema
InicioAngolaPyongyang propõe a Seul renunciar à hostilidade e confrontação

Pyongyang propõe a Seul renunciar à hostilidade e confrontação

(Colagem: Voz da Rússia)
(Colagem: Voz da Rússia)

As autoridades da República Popular Democrática da Coreia exortaram o governo da Coreia do Sul a diminuir a hostilidade e normalizar as relações bilaterais. Esta informação foi transmitida segunda-feira pela agência France Presse que alega a mídia local.

Na declaração oficial do dirigente da República Popular Democrática da Coreia, Kim Jong-un, publicada pela Agência Telegráfica Central da Coreia, diz-se que “chegou a hora de pôr fim à hostilidade insensata e à confrontação”. Nesta declaração diz-se também que Seul deve renunciar à prática de realização de manobras militares juntamente com os EUA.

Antes disso informava-se que as autoridades da República Popular Democrática da Coreia tinham proposto à Coreia do Sul suspender as acções hostis tanto na esfera militar, como na esfera de retórica agressiva. Uma atenção especial é dedicada na declaração à desescalada da tensão na região fronteiriça do mar Amarelo, cuja posse é disputada por estes dois Estados.

As autoridades do Coreia do Norte exortam, em particular, a renunciar a prática de treinos com fogo real nesta região. Na opinião da agência, esta iniciativa de Pyongyang é resultado da visita do presidente da República Popular da China, Xi Jinping, a Seul. (ruvr.ru)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.