InicioAngolaGuiné-Bissau/PALOP: Presidente Mário Vaz realiza primeira visita oficial a Angola

Guiné-Bissau/PALOP: Presidente Mário Vaz realiza primeira visita oficial a Angola

O recém-eleito Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, chegou ao fim da tarde de hoje (domingo), a cidade de Luanda, onde vai participar, segunda-feira, no Centro de Convenções de Talatona (CCTA), na Cimeira Constitutiva do Fórum dos cinco Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, a denominar-se “FORPALOP”.

Chegada do Presidente da Guiné - Bissau - José Mário Vaz (Foto: Pedro Parente)
Chegada do Presidente da Guiné – Bissau – José Mário Vaz (Foto: Pedro Parente)

No Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, o estatista foi recebido pelo ministro das Relações Exteriores, Georges Rebelo Chicoti, na companhia do titular da pasta dos Antigos Combatentes e Veteranos de Guerra, Cândido Pereira Van-Dunem, o director para África e Médio Oriente, Joaquim do Espirito Santos, diplomatas e entidades governativas da província de Luanda.

Segundo apurou a Angop no aeroporto de fonte oficial, ainda na segunda-feira, o estadista bissau-guineense será recebido em audiência pelo presidente José Eduardo dos Santos.

Depois de ter mantido breve conversa com o Chefe da Diplomacia nacional na sala protocolar do complexo presidencial, José Mário Vaz, que cumpre a sua primeira visita oficial a Angola deste que foi empossado para o cargo, saudou, com “um aceno de mão ao ar”, os seus compatriotas que se deslocaram ao aeroporto para dar as boas-vindas ao seu novo líder.

Para participar no referido evento, encontra-se já na capital angolana, desde a tarde de hoje (domingo), o Primeiro-Ministro de Moçambique, Alberto Vaquina, que vai representar o Presidente Armado Quebuza, na Cimeira Constitutiva do Fórum dos cinco Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, e o Presidente de Cabo-Verde, Jorge Carlos da Fonseca.

O FORPALOP é um órgão multilateral, privilegiando a concertação político-diplomática e de cooperação, bem como de aprofundamento das históricas relações de amizade e solidariedade.

Dos princípios orientadores de que se regerá o Fórum, destacam-se a igualdade, soberania e independência dos Estados membros, a não ingerência nos assuntos internos de cada Estado e o respeito pelos princípios democráticos.

A organização defende ainda o respeito pelos direitos humanos e o Estado de direito, integridade territorial, promoção da paz e da segurança internacionais, a resolução pacífica de conflitos, bem como a observância do preceituado no Acto Constitutivo da União Africana (UA).

Integram o Fórum, as Repúblicas de Angola, Moçambique, Cabo-Verde, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau.

No final da reunião, os dignatários deverão aprovar uma data e local para a realização da próxima Cimeira, bem como procederão a assinatura da Declaração Constitutiva do Fórum dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (FORPALOP).

Prevê ainda a leitura do comunicado final pelo ministro das Relações Exteriores, Geroges Rebelo Chicoti, seguindo-se, no início da tarde de segunda-feira (30 de Junho), o almoço oficial que o Presidente José Eduardo dos Santos oferecerá aos visitantes. (portalangop.co.ao)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.