- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Grupo Espírito Santo tem de pagar 900 milhões à PT até Agosto

Grupo Espírito Santo tem de pagar 900 milhões à PT até Agosto

PT decidiu trocarem Abril o papel comercial da ESI por idêntico produto financeiro da Rio Forte. São duas empresas do seu accionista: o Grupo Espírito Santo

(Foto: Mário Cruz-Lusa)
(Foto: Mário Cruz-Lusa)

A Portugal Telecom (PT) investiu cerca de 900 milhões de euros em papel comercial da Espírito Santo International (ESI), tendo trocado em Abril estes títulos de dívida por um produto financeiro idêntico da Rio Forte, holding não financeira do Grupo Espírito Santo (GES). Os títulos adquiridos pela PT vencem em Agosto, altura em que a Rio Forte terá de reembolsar o capital mais juros contratualizados.

O investimento da PT foi realizado em duas sociedades do seu maior accionista (o GES) que têm problemas financeiros. A ESI está em situação de falência técnica (com capitais negativos) e tem um endividamento que supera os 7 mil milhões de euros. Segundo declarações de Machado Cruz, antigo contabilista da sociedade, ao semanário “Expresso”, a contabilidade da ESI é falsificada desde 2008. Uma auditoria do Banco de Portugal detectou igualmente que faltavam 1,3 mil milhões de euros em dívidas nas contas da sociedade com sede no Luxemburgo. A Rio Forte, por seu lado, está sob enorme stresse financeiro, possuindo igualmente uma dívida elevada que obriga a um esforço de refinanciamento significativo.

Fonte oficial da PT recusa qualquer favorecimento ao GES, nega conflito de interesses num investimento realizado em sociedades do seu maior accionista e explica que se trata de uma mera operação de tesouraria que é gerida “como a PT sempre fez consoante o melhor retorno” e tendo em conta a “taxa atractiva” e o facto de “[ter] tido boa experiência com o BES”.

Contactada pelo i, a CMVM garantiu que o seu papel é “assegurar que os accionistas das empresas cotadas envolvidas [disponham] de informação completa e verdadeira naquilo que para eles for relevante”. E adiantou: “Isso a CMVM continuará a assegurar, como tem feito até agora, nomeadamente se estiverem em causa transacções entre partes relacionadas.”

De acordo com fonte oficial da PT, o investimento na Rio Forte surge na sequência do processo de fusão com a operadora brasileira Oi. Esta operação exige o consentimento dos credores da PT sobre a passagem das dívidas (obrigações e créditos) para o universo Oi. Neste processo, os investidores podem pedir o reembolso antecipado dos títulos emitidos pela PT. Como há uma emissão de obrigações convertíveis que vencem em Agosto, fonte oficial da PT explica que a empresa propôs ao Trustee, entidade que defende os interesses dos obrigacionistas, a opção de reembolso antecipado, mas que a mesma foi rejeitada. Assim, continua a fonte, “foi sugerido em Março que a liquidez fosse investida em Portugal”, uma vez que as taxas de expatriação e repatriação de capital para o Brasil “são elevados”. Os órgãos competentes da PT, que fonte oficial não identifica, decidiram “manter aplicada no BES uma quantia de cerca de 900 milhões de euros”. Isto é, decidiram trocar o papel comercial da ESI por um produto idêntico da Rio Forte com uma maturidade de 90 dias – o que terá acontecido em Junho. O título vence em Agosto, a tempo de a operadora reembolsar os obrigacionistas. A PT confirma que tem papel comercial da Rio Forte e sublinha que “depois de 28 de Abril não foram feitos investimentos em qualquer papel comercial da ESI”.

A PT realça que se trata de uma operação de tesouraria de curto prazo “e não é uma operação de partes relacionadas [empresas e accionistas comuns]”, não sendo por isso matéria do conselho de administração liderado por Henrique Granadeiro.

As dificuldades financeiras do GES, mais concretamente da ESI e da Rio Forte, tornaram-se públicas a 20 de Maio com a apresentação do prospecto do aumento de capital do BES num montante superior a mil milhões de euros. Foi nesse documento que o banco liderado por Ricardo Salgado assumiu pela primeira vez que a ESI apresentava uma “situação financeira grave” e a investigação a irregularidades no Luxemburgo, país onde tem sede a holding.

Rio Forte em apuros A Rio Forte confronta-se com um elevado endividamento, preparando-se para proceder a um aumento de capital social antes de se tornar a principal holding do GES. Segundo as contas de 2013, a Rio Forte vendeu 479 milhões de euros de dívida a clientes de retalho do BES. Foram ainda vendidos a clientes do BES títulos de dívida da Espírito Santo International, no valor de 2,8 mil milhões de euros. Em Abril, o Banco de Portugal impôs ao Espírito Santo Financial Group, outra holding do GES, a constituição de uma provisão de 700 milhões para proteger os investimentos de quem comprou dívida da ESI, mas não o fez para os investidores de papel comercial da Rio Forte.

Não tendo uma situação financeira tão delicada como a ESI, a Rio Forte está a promover a venda de activos em Portugal e na América Latina. Após a oferta da Espírito Santo Saúde, a cadeia de hotéis Tivoli está no mercado. (ionline.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Manuel Rabelais começa a ser julgado no dia 9 deste mês

O antigo director do GRECIMA, Manuel Rabelais, começa a ser julgado pelo Tribunal Supremo (TS) na próxima quarta-feira, dia 09, por crime de peculato,...
- Publicidade -

Lewis Hamilton testa positivo para a Covid-19 e falha GP de Sakhir

O piloto Lewis Hamilton "acordou na segunda-feira de manhã com sintomas ligeiros". O piloto britânico Lewis Hamilton (Mercedes) testou positivo à Covid-19 e não vai...

Assalto em Criciúma: Explosivos e “chuva de dinheiro” na rua

Assalto em Criciúma deixou reféns em via pública, quatro bombas desarmadas e dinheiro roubado de agência espalhado pelo chão Explosivos, dinheiro espalhado pelo chão e...

UNITA defende registo eleitoral independente

O maior partido da oposição angolana quer a realização de um novo registo eleitoral antes das eleições autárquicas, adiadas este ano. Analista defende que...

Notícias relacionadas

Manuel Rabelais começa a ser julgado no dia 9 deste mês

O antigo director do GRECIMA, Manuel Rabelais, começa a ser julgado pelo Tribunal Supremo (TS) na próxima quarta-feira, dia 09, por crime de peculato,...

Lewis Hamilton testa positivo para a Covid-19 e falha GP de Sakhir

O piloto Lewis Hamilton "acordou na segunda-feira de manhã com sintomas ligeiros". O piloto britânico Lewis Hamilton (Mercedes) testou positivo à Covid-19 e não vai...

Assalto em Criciúma: Explosivos e “chuva de dinheiro” na rua

Assalto em Criciúma deixou reféns em via pública, quatro bombas desarmadas e dinheiro roubado de agência espalhado pelo chão Explosivos, dinheiro espalhado pelo chão e...

UNITA defende registo eleitoral independente

O maior partido da oposição angolana quer a realização de um novo registo eleitoral antes das eleições autárquicas, adiadas este ano. Analista defende que...

“O Banquete”: Irá a TPA abordar acusação de corrupção a Edeltrudes Costa?

A série de reportagens da Televisão Pública de Angola (TPA) sobre a corrupção, "O Banquete", tem dado muito que falar. Deputado da UNITA espera...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.