InicioMundoÁfricaBomba explode em shopping na capital da Nigéria e deixa mortos e...

Bomba explode em shopping na capital da Nigéria e deixa mortos e feridos

Corpos de vítimas são retirados do shopping center Emab Plaza, em Abuja, em 25 de junho de 2014. (REUTERS/Afolabi Sotunde)
Corpos de vítimas são retirados do shopping center Emab Plaza, em Abuja, em 25 de junho de 2014.
(REUTERS/Afolabi Sotunde)

Na tarde desta quarta-feira (25), uma forte explosão em um movimentado shopping center de Abuja, capital da Nigéria, matou 21 pessoas e deixou mais de 50 feridas.O atentado não foi reivindicado, mas traz a marca do grupo Boko Haram.

Eram 16h em Abuja), quando uma bomba explodiu no shopping center Emab Plaza, que fica perto da sede do governo. A polícia e o exército cercaram o local e seus arredores, enquanto uma densa fumaça negra podia ser vista de longe.

O site do jornal local Vanguard anunciava que dezenas de comerciantes e clientes ainda estavam bloqueados dentro do shopping em chamas, no começo da noite.

As causas da explosão ainda não foram totalmente esclarecidas mas, segundo a imprensa nigeriana, uma bomba teria sido colocada em um Vokswagen Golf vermelho, estacionado entre as praças Emab e Banex. O motorista teria fugido poucos minutos antes da explosão.

O drama ocorreu uma hora antes do jogo entre Nigéria e Argentina, no Mundial.

Boko Haram

A pergunta feita pela população e pelas autoridades é se o grupo Boko Haram é responsável por mais este atentado. Os islamitas radicais vêm multiplicando os ataques desde que sequestraram mais de 200 jovens de Chibok, no Estado de Borno.

A capital Abuja foi alvo de dois atentados sangrentos nos dois últimos meses: o primeiro, na estação de ônibus de Nyanya, em 14 de abril, matou 75 pessoas; o segundo, em 1° de maio, deixou 19 vítimas fatais. (rfi.fr)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.