- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Metro de Lisboa volta atrás e confirma manchete do i

Metro de Lisboa volta atrás e confirma manchete do i

(Eduardo Martins)
(Eduardo Martins)

Empresa tinha dito que investigação do i era falaciosa

Um dos sistemas de extinção de incêndios do Metro de Lisboa não está a funcionar há já quatro anos. De acordo com uma investigação do i , desde 2010 que os dispositivos instalados no tecto das carruagens e que soltam jactos de água em caso de temperaturas elevadas – os sprinklers – estão “desactivados” e “secos”. Questionada na última semana, a empresa pública não prestou quaisquer declarações, mas emitiu hoje – após a publicação da notícia do i – um comunicado onde considerava a mesmo “falaciosa”. Horas depois recuou e retirou essa palavra do seu comunicado.

A dirigente sindical da FECTRANS, Anabela Carvalheira, confirmou hoje à “Renascença” os problemas nos travões de emergência – noticiada pelo i no fim do mês passado – bem como a inoperacionalidade do sistema de extinção de incêndios. Carvalheira garantiu porém que não está em causa a segurança. O Metro diz também que a segurança é uma prioridade e está permanentemente salvaguardada.

De acordo com informações a que o i teve acesso, o Ministério da Economia fora avisado por profissionais do Metro das deficiências nestes sistemas de emergência há um ano. O Ministério Público está já a analisar estes indícios de falta de segurança no Metro. (ionline.pt)

por Carlos Diogo Santos

- Publicidade -
- Publicidade -

África discute implementação da Zona de Comércio Livre

Os Chefes de Estado ou de Governos africanos reúnem, amanhã, na 13ª sessão extraordinária, dedicada à implementação da Zona de Comércio Livre Continental Africana...
- Publicidade -

Combustíveis: Angola subvenciona consumo de vizinhos

Os contribuintes angolanos subvencionam o consumo de combustíveis em países vizinhos, segundo afirmou a ministra das Finanças, Vera Daves de Sousa, na quinta-feira à...

Pentágono decide retirar tropas americanas da Somália

O Presidente Donald Trump ordenou ao Pentágono a retirada de quase todas as tropas americanas da Somália, onde há 13 anos lutam contra a...

Proclamada Academia Angolana de Ciências

Bornito de Sousa afirmou que a instituição terá papel decisivo na promoção de estudos científicos relevantes para a sociedade. O país conta com a primeira...

Notícias relacionadas

África discute implementação da Zona de Comércio Livre

Os Chefes de Estado ou de Governos africanos reúnem, amanhã, na 13ª sessão extraordinária, dedicada à implementação da Zona de Comércio Livre Continental Africana...

Combustíveis: Angola subvenciona consumo de vizinhos

Os contribuintes angolanos subvencionam o consumo de combustíveis em países vizinhos, segundo afirmou a ministra das Finanças, Vera Daves de Sousa, na quinta-feira à...

Pentágono decide retirar tropas americanas da Somália

O Presidente Donald Trump ordenou ao Pentágono a retirada de quase todas as tropas americanas da Somália, onde há 13 anos lutam contra a...

Proclamada Academia Angolana de Ciências

Bornito de Sousa afirmou que a instituição terá papel decisivo na promoção de estudos científicos relevantes para a sociedade. O país conta com a primeira...

Bissau: Revisão da Constituição pode criar nova crispação entre Cassamá e Embaló

Presidente da República e Presidente do Parlamento com iniciativas paralelas Na Guiné-Bissau, há prenúncio de mais uma crispação política envolvendo o Presidente da República, Umaro...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.