- Publicidade-
InicioAngolaCameron e Obama voltam a ameaçar a Rússia com sanções

Cameron e Obama voltam a ameaçar a Rússia com sanções

(Foto: RIA Novosti)
(Foto: RIA Novosti)

O primeiro-ministro britânico, David Cameron e o presidente dos EUA, Barack Obama, exortaram a Rússia, sob ameaças de novas sanções, a deixar de fornecer armas e treinamento aos “separatistas pró-russos”, as actividades que, em sua opinião, a Rússia estaria efectuando no leste da Ucrânia.

“Os dois líderes elogiaram os esforços do presidente Poroshenko para assegurar o armistício no leste da Ucrânia. Eles destacaram que, embora o presidente Vladimir Putin tivesse exortado os separatistas a aceitarem o armistício, ainda estamos à espera de acções práticas por parte da Rússia, para que deixe de fornecer armas através da fronteira com a Ucrânia e pare de dar treinamento aos grupos separatistas”, especifica um comunicado do representante do escritório do primeiro ministro britânico.

Ele lembrou que o G7 já tinha chamado a Rússia a tomar essas medidas e advertido que no caso contrário Moscovo enfrentaria novas sanções. (ruvr.ru)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.