InicioMundoÁfricaTribunal sudanês ordena libertação imediata de ré acusada de apostasia

Tribunal sudanês ordena libertação imediata de ré acusada de apostasia

O Tribunal de Apelação do Sudão ordenou segunda-feira a libertação imediata da sudanesa condenada à morte por enforcamento por apostasia depois de abandonar todas as acusações contra ela, declarou um advogado da defesa.

Bandeira do Sudao (D.R)
Bandeira do Sudao (D.R)

A advogada Iman Abdul Rahman declarou segunda-feira à PANA que o Tribunal de Apelação abandonou todas as acusações proferidas contra Mariam Ibrahim e ordenou a sua libertação imediata em Omdurman.

A Agência Sudanesa de Notícias (SUNA) indicou que o Tribunal de Apelação de Bahri anulou a decisão do tribunal inicial depois de analisar o recurso apresentado pelo Conselho da Defesa.

Mariam Ibrahim tinha sido declarada culpada de apostasia e de adultério, crimes pelos quais ela foi condenada a 100 chicotadas e à morte por enforcamento. Ela é mãe de um rapaz de 18 meses e deu à luz a um filha na prisão.

O seu caso atraiu uma vasta condenação por parte da comunidade internacional, incluindo no Reino Unido e nos Estados Unidos. O seu marido é um cidadão naturalizado norte-americano. (panapress.com)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.