InicioMundo LusófonoMoçambiqueMoçambicanos comemoram quarta-feira Dia da Independência

Moçambicanos comemoram quarta-feira Dia da Independência

Os moçambicanos assinalam 25 de Junho, 39 anos de Independência Nacional, com os olhos postos no desenvolvimento económico e combate à fome e à pobreza.

Bandeira de Moçambique (Foto: Divulgação)
Bandeira de Moçambique (Foto: Divulgação)

Situado na costa oriental da África Austral, o país tornou-se independente a 25 de Junho de 1975, um acto proclamado pelo então presidente, Samora Moisés Machel, depois de uma guerra de libertação que durou cerca de 10 anos.

Possui 11 províncias e uma população estimada em mais de 20 milhões de cidadãos. É um país multirracial de esmagadora maioria negra.

A sua população é constituída por várias etnias das quais 46,1 porcento são macuas, 53 tsongas, malavis e chonas, e 0,9 outras.

Trinta e sete porcento da população concentra-se nas cidades e a restante nos campos. As principais cidades são Maputo (capital), Beira e Nampula;

O clima é tropical com estações secas de Junho a Setembro.

As temperaturas médias em Maputo variam entre os 22-31ºC no mês de Fevereiro, e  13-24 °C em Julho.

Cerca de 45 porcento do território moçambicano tem potencial para agricultura, porém 80 porcento dela é de subsistência.

Os principais produtos agrícolas são o algodão, cana-de-açúcar, castanha de caju, mandioca e copra (polpa do coco). O Produto Interno Bruto é de 3,6 bilhões de dólares.

Os principais recursos minerais incluem carvão, grafite, bauxita, ouro, pedras preciosas e semipreciosas. Possui também reservas de gás natural e mármore.

O país tem um grande potencial turístico, destacando-se as praias e zonas propícias ao mergulho nos seus mais de dois mil quilómetros de litoral e os parques e reservas na natureza no interior do país.

Culturalmente é reconhecido pelos seus artistas plásticos: escultores (principalmente da etnia Makonde) e pintores (inclusive em tecido, técnica batik). Artistas como Malangatana, Gemuce, Naguib, Ismael Abdula, Samat e Idasse destacam-se na área de pintura.

A música vocal moçambicana também impressiona os visitantes. O timbila chope foi considerado património mundial.

A língua oficial é o português, mas existem diversos idiomas nacionais com o xitsonga, xichope; bitonga, xisena, xishona, cinyungwe, echuwabo, emacua, ekoti, elomwe, cinyanja, ciyao, ximaconde e kimwani.

Devido à considerável comunidade asiática radicada em Moçambique são também falados o urdu e o gujarati. (portalangop.co.ao)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.