- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Governador orienta fiscalização do trabalho das operadoras de limpeza em Luanda

Governador orienta fiscalização do trabalho das operadoras de limpeza em Luanda

O governador provincial, Bento Bento orientou hoje (segunda-feira), a Empresa de Limpeza e Saneamento de Luanda (Elisal), as administrações de cidades e municipais, a darem início à fiscalização do trabalho efectuado pelas operadoras de recolha de resíduos sólidos, a nível da cidade capital.

Bento Joaquim Francisco Bento - Governador de Luanda (Foto: Clemente dos Santos)
Bento Joaquim Francisco Bento – Governador de Luanda (Foto: Clemente dos Santos)

A orientação do governador foi transmitida durante uma reunião que contou com a presença do director da Elisal, Ermelindo Pereira, os responsáveis das operadoras de recolha de lixo, e os administradores municipais, objectivando aferir a qualidade de trabalho dessas empresas.

Segundo o governador, a situação da limpeza em Luanda é ainda preocupante por se verificarem grandes focos de detritos em várias ruas, depósito propositado de lixo em ruas, largos e algumas áreas baldias, por algumas operadoras, o que deixa a cidade com uma imagem deplorável.

Pelo mau trabalho das operadoras disse, a partir do mês de Julho será reforçada a fiscalização de todo trabalho desempenhado pelas operadoras, assim como a área limpa, sob pena de serem coarctados valores monetários de que auferem.

Bento Bento mostrou-se indignado com o que chamou “rios de dinheiro” cobrados pelas operadoras por um trabalho que segundo disse, não realizam.

“A nível da província de Luanda, os valores postos à disposição das operadoras são altos para o péssimo trabalho que elas têm estado a prestar.

O Estado gasta anualmente rios de dinheiro e muitas operadoras não têm capacidade sequer de limpar os bairros”, desabafou.

O responsável referiu que o actual modelo, implica a limpeza dos passeios, a berma das estradas, sarjetas, recolha dos resíduos sólidos e podagem das árvores, porém muitas operadoras não têm sequer pessoal para varredura, nem caminhões de recolha de resíduos sólidos, mas exigem que o Estado pague elevadas somas de dinheiro.

Relativamente aos dois meses de dívidas para com as operadoras, Bento Bento esclareceu que estas serão avaliadas através de peritagem quer da Elisal, quer de empresas independentes, “porque é impossível que empresas reclamem rios de dinheiro com o lixo que temos”, disse.

Aconselhou aos responsáveis das operadoras e intensificarem as varreduras e aumentarem as suas capacidades técnicas por formas a melhorarem a sua acção.

O saneamento básico em Luanda é assegurado por 20 operadoras e 17 micro-operadoras. (portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -

Potencial petrolífero é de 40 mil milhões de dólares

As empresas angolanas do sector petrolífero apenas aproveitam cerca de 10 por cento do potencial estimado em 40 mil milhões de dólares que a...
- Publicidade -

França quer punir delito de “ecocídio”

Proposta apoiada pelo governo prevê pena de até dez anos de prisão e multa de até 4,5 milhões de euros para quem causar danos...

Burkina Faso: Jihadistas impedem o voto de 300 mil eleitores

As eleições presidenciais e legislativas no Burkina Faso tiveram lugar num contexto de ameaças de grupos radicais islâmicos. Não houve registo de violência na...

Obras do novo Aeroporto Internacional de Luanda retomadas em Janeiro de 2021 e sem financiamento adicional, garante ministro dos Transportes

As obras do novo aeroporto internacional de Luanda vão ser retomadas no princípio de 2021 e serão concluídas no prazo de dois anos, garantiu...

Notícias relacionadas

Potencial petrolífero é de 40 mil milhões de dólares

As empresas angolanas do sector petrolífero apenas aproveitam cerca de 10 por cento do potencial estimado em 40 mil milhões de dólares que a...

França quer punir delito de “ecocídio”

Proposta apoiada pelo governo prevê pena de até dez anos de prisão e multa de até 4,5 milhões de euros para quem causar danos...

Burkina Faso: Jihadistas impedem o voto de 300 mil eleitores

As eleições presidenciais e legislativas no Burkina Faso tiveram lugar num contexto de ameaças de grupos radicais islâmicos. Não houve registo de violência na...

Obras do novo Aeroporto Internacional de Luanda retomadas em Janeiro de 2021 e sem financiamento adicional, garante ministro dos Transportes

As obras do novo aeroporto internacional de Luanda vão ser retomadas no princípio de 2021 e serão concluídas no prazo de dois anos, garantiu...

Sonangol e Endiama serão parcialmente privatizadas até 2022

O Governo vai dispersar em bolsa uma parte das empresas petrolífera e diamantífera Sonangol e Endiama em 2021 ou no início de 2022, disse...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.