- Publicidade-
InicioDesportoBlatter envia carta ao Papa dizendo que cumpriu promessa feita no Vaticano

Blatter envia carta ao Papa dizendo que cumpriu promessa feita no Vaticano

Joseph Blatter enviou carta ao papa Francisco informando que manteve a promessa feita em novembro (Foto: Associated Press)
Joseph Blatter enviou carta ao papa Francisco informando que manteve a promessa feita em novembro (Foto: Associated Press)

O presidente da Federação Internacional de Futebol (FIFA), Joseph Blatter, enviou hoje (20) carta ao papa Francisco informando que manteve a promessa feita em Novembro, durante visita ao Vaticano, em Novembro do ano passado.

“Por ocasião da cerimónia de abertura [da Copa do Mundo], lançamos três pombas da paz, enviando uma mensagem firme e um símbolo de esperança a todo mundo”, escreveu Blatter na mensagem ao pontífice.

Na carta, o dirigente da FIFA destacou que o Programa Aperto de Mãos pela Paz está ser cumprido. “Antes e depois de cada partida, as duas equipes trocam um gesto pelo paz, na forma de um aperto de mãos.” A iniciativa foi concebida pela FIFA e pelo Centro Nobel da Paz como um forte sinal de amizade e respeito.

Para a Copa do Mundo no Brasil, a FIFA lançou ainda campanha contra o racismo e a discriminação no futebol. O objectivo é incentivar os torcedores a publicarem selfies com a mensagem #SayNoToRacism (Diga não ao racismo) nas redes sociais. Milhares de pessoas já responderam ao apelo, entre elas os jogadores Lionel Messi, da Argentina, Steven Gerrard, da Inglaterra, e Samuel Eto’o, da Selecção de Camarões, a fim de mostrar a união da comunidade desportiva.

“Como homem de fé e como presidente da FIFA, envio à Vossa Santidade as minhas mais fervorosas e sinceras saudações pessoais, bem como aquelas de toda a família do futebol”, conclui Blatter. (diariodolitoral.com.br)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.