- Publicidade-
InicioAngolaSíria. Pelo menos 35 mortos em atentado reivindicado por extremistas islâmicos

Síria. Pelo menos 35 mortos em atentado reivindicado por extremistas islâmicos

mapa-siriaUma fonte dos serviços de segurança disse à SANA que o atentado foi levado a cabo por “terroristas” que lutam na Síria contra o regime de Damasco e aconteceu durante as primeiras horas da manhã

Pelo menos 35 pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas hoje na sequência de uma explosão de um carro armadilhado na província síria de Hama, no centro do país, noticiou a agência estatal SANA.

Entretanto, o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), em comunicado, elevou para 37 o número de vítimas sublinhando a possibilidade de o número total de mortos poder vir a ser superior dado o estado de saúde de uma grande parte dos feridos ser considerado grave.

O OSDH especificou também que a explosão teve lugar na aldeia de Al Hurra, nos arredores da cidade de Hama.

Uma fonte dos serviços de segurança disse à SANA que o atentado foi levado a cabo por “terroristas” que lutam na Síria contra o regime de Damasco e aconteceu durante as primeiras horas da manhã.

A mesma fonte disse ainda que os “terroristas” armadilharam um camião carregado com três toneladas de explosivos, o que provocou a destruição de muitas casas da aldeia.

A Frente Islâmica Síria, o maior grupo extremista a operar no país, já reivindicou o atentado através de uma mensagem na rede social Twitter, indicando que o ataque foi dirigido contra “as milícias do regime”.

O grupo armado difundiu também através da internet uma gravação vídeo do momento que afirma ser da explosão com o veículo armadilhado.

O controlo da província de Hama está atualmente dividido entre as forças governamentais e os rebeldes, mas a aldeia de Al Hurra encontra-se nas mãos das forças de Damasco.

Mais de 162 mil pessoas morreram desde o início do conflito, em março de 2011, de acordo com os últimos dados do Observatório Sírio dos Direitos Humanos. (ionline.pt)

 

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.