- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Abbas diz que "quem raptou jovens israelitas quer destruir a Palestina"

Abbas diz que “quem raptou jovens israelitas quer destruir a Palestina”

(REUTERS)
(REUTERS)

Ao sexto dia de buscas e após 240 detenções, Netanyahu planeia expulsar “líderes” do Hamas da Cisjordânia

Dezembro de 1992. O então primeiro-ministro israelita Yitzhak Rabin bane 415 palestinianos do seu território e manda-os para “terra-de-ninguém”, um conjunto de colinas na fronteira com o Líbano onde os apátridas, na sua maioria membros do Hamas e da Jihad Islâmica, acampam meses a fio à espera para regressarem a casa.

Quase 22 anos depois, e após deter 240 civis, deputados, jornalistas e funcionários de ONG com alegadas afiliações ao Hamas, em reacção ao rapto de três israelitas em Hebron, Benjamin Netanyahu pretende expulsar “líderes” do grupo sedeados na Cisjordânia e recambiá-los para Gaza, a faixa de território palestiniano que o grupo controla em exclusivo desde 2006.

Entre alguns media israelitas tem subido o tom denunciatório das acções do líder perante o aparente rapto a 12 de Junho, até agora não assumido por qualquer grupo mas que Netanyahu atribui ao Hamas, recentemente reconciliado com a Fatah de Mahmoud Abbas.

Após oito anos de laços suspensos, as forças políticas palestinianas formaram há um mês um governo de unidade que Israel não só condena como usou para justificar a suspensão total das últimas negociações de paz mediadas pelos Estados Unidos.

“Ao usar o rapto como prova de que a reconciliação palestiniana conduziu a novos actos terroristas, Netanyahu mente”, referia ontem o “Ha’aretz”, principal diário de esquerda do país. Só em 2013, cita o artigo, o líder falou em 30 tentativas de rapto de judeus na Cisjordânia, cujo controlo de segurança está, em larga escala, a cargo de Israel.

Netanyahu diz que “é um facto” que foi o Hamas que raptou os três alunos, mas até agora não apresentou provas da versão. A sua retórica acusatória, sublinhou ontem ao “Jerusalem Post” Rami Igra, ex-líder de divisão da Mossad, uma das secretas israelitas, é “mais política que baseada em factos”.

As críticas ao chefe do governo alargam-se ao facto de estar a conduzir buscas e detenções em cidades como Nablus e Belém, quando a operação de resgate dos estudantes judeus, ontem no sexto dia, está cingida a Hebron, cidade no Sul da Cisjordânia onde desapareceram.

Igualmente criticado é Abbas, presidente da Autoridade Palestiniana, o único governo desse lado da barricada que a comunidade internacional reconhece, e que só ontem quebrou o silêncio desde o rapto. “Aqueles que sequestraram os três jovens israelitas querem destruir-nos”, declarou à margem de uma reunião da Organização de Cooperação Islâmica, na Arábia Saudita. “Exigiremos que prestem contas. A busca por quem cometeu este acto continua”, acrescentou, dizendo que as suas forças estão a cooperar com Israel. (ionline.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Adalberto Costa Júnior: «O País que temos hoje não é o sonho dos nacionalistas de ontem, e não tenho dificuldades de ir buscar Agostinho...

O plano estratégico do MPLA, que olha para o presidente do «galo negro» como «alvo a combater até à exaustão», a visão da UNITA...
- Publicidade -

Analistas instam Governo moçambicano a investir em políticas efectivas para a juventude

Estudos apontam desemprego, falta de oportunidades e pobreza como factores que "facilitam" o recrutamento de jovens por grupos terroristas Vários estudos e pesquisadores apontam para...

Caso Alex Saab: Autoridades cabo-verdianas “pesam” cumprimento ou não de acórdão do Tribunal da CEDEAO

Juristas dizem não haver "obrigatoriedade" no cumprimento do acórdão que mandou colocar enviado especial da Venezuela em prisão preventiva O acórdão do Tribunal da Comunidade...

Diamante rosa do Lulo resulta em três pedras

A lapidação de um diamante rosa bruto de 46 quilates, recuperado na mina do Lulo, Lunda-Norte, em Maio de 2018, deu lugar a três...

Notícias relacionadas

Adalberto Costa Júnior: «O País que temos hoje não é o sonho dos nacionalistas de ontem, e não tenho dificuldades de ir buscar Agostinho...

O plano estratégico do MPLA, que olha para o presidente do «galo negro» como «alvo a combater até à exaustão», a visão da UNITA...

Analistas instam Governo moçambicano a investir em políticas efectivas para a juventude

Estudos apontam desemprego, falta de oportunidades e pobreza como factores que "facilitam" o recrutamento de jovens por grupos terroristas Vários estudos e pesquisadores apontam para...

Caso Alex Saab: Autoridades cabo-verdianas “pesam” cumprimento ou não de acórdão do Tribunal da CEDEAO

Juristas dizem não haver "obrigatoriedade" no cumprimento do acórdão que mandou colocar enviado especial da Venezuela em prisão preventiva O acórdão do Tribunal da Comunidade...

Diamante rosa do Lulo resulta em três pedras

A lapidação de um diamante rosa bruto de 46 quilates, recuperado na mina do Lulo, Lunda-Norte, em Maio de 2018, deu lugar a três...

Última Hora: Explosão em refinaria na África do Sul provoca grande incêndio

Uma explosão numa refinaria de petróleo na cidade de Durban, na África do Sul, às primeiras horas da manhã, causou um grande incêndio, originando...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.