InicioMundo LusófonoCabo VerdeEspanha conta com colaboração de Cabo Verde no combate a tráficos ilícitos...

Espanha conta com colaboração de Cabo Verde no combate a tráficos ilícitos no Atlântico

A Espanha quer ver Cabo Verde como um centro operativo logístico para trabalhos conjuntos em matéria de combate aos tráficos ilícitos na região do Atlântico, declarou terça-feira na cidade da Praia o ministro espanhol da Defesa, Pedro Morenés.

Ministro da Defesa Espanhol - Pedro Morenés. (D.R)
Ministro da Defesa Espanhol – Pedro Morenés. (D.R)

No termo de uma visita de cerca de três horas ao arquipélago cabo-verdiano, Morenés disse que Cabo Verde é uma zona geoestratégica e está numa posição e numa zona complicada,  muitas vezes utilizada para tráficos ilícitos.

“Por isso, ficaríamos encantados se Cabo Verde nos pudesse servir de centro operativo logístico para trabalharmos conjuntamente, contando também com países aliados”, precisou.

Assegurou que a Espanha está disponível para continuar a apoiar Cabo Verde no desenvolvimento de estratégias nas áreas da defesa e de segurança e, de forma particular, na área da segurança marítima e também na formação de oficiais.

“Estamos à disposição do Governo de Cabo Verde para ajudarmos, participarmos se for necessário, porque temos interesses comuns”, disse o governante espanhol, sublinhando que “é também um interesse de Espanha termos a estabilidade e a segurança”.

O ministro espanhol da Defesa, que se reuniu ainda com o seu homólogo cabo-verdiano, Jorge Tolentino, anunciou que o seu país vai compartilhar os seus interesses e as suas preocupações com Cabo Verde e definir estratégias comuns no âmbito da segurança marítima.

“Creio que temos amigos comuns e somos obrigados a desenvolver estratégias e esforços em comum para uma maior estabilidade e segurança dos nossos países”, acrescentou.

Por sua vez, Jorge Tolentino pediu o apoio da Espanha ao processo de negociação tendente ao alargamento da plataforma continental para além das 200 milhas náuticas, no âmbito de um projeto conjunto com mais seis países costeiros da costa ocidental africana.

Disse que Cabo Verde, caso consiga a ampliação do seu território marítima, gostaria de continuar a contar com o apoio espanhol para enfrentar com sucesso os desafios ligados a esse alargamento, sobretudo em matéria de proteção dos recursos marinhos.

“Isto significa, por conseguinte, que vamos ter de contar com o apoio mais reforçado dos nossos parceiros tradicionais nesta área da segurança marítima”, anotou o governante cabo-verdiano, recordando que a Espanha “é um dos parceiros mais constantes”.

Durante a sua estada, o governante espanhol foi recebido também pelo primeiro-ministro, José Maria Neves.

Trata-se de uma segunda visita do ministro da Defesa da Espanha, em pouco mais de um ano, a Cabo Verde, durante a qual visitou as instalações da Policlínica Militar da Praia, inteiramente equipadas no quadro das relações entre os dois países. (panapress.com)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.