- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Cinco mortos e 32 desaparecidos em naufrágio ao largo da Malásia

Cinco mortos e 32 desaparecidos em naufrágio ao largo da Malásia

O barco afundou-se perto da costa, o que pode significar que mais pessoas se possam salvar

(D.R)
(D.R)

Cinco mortos e 32 desaparecidos são os últimos números de vítimas confirmados após um barco alegadamente sobrelotado de imigrantes ilegais indonésios ter naufragado ao largo da Malásia durante esta madrugada.

As autoridades disseram que 60 pessoas foram salvas ou salvaram-se pelos seus próprios meios depois do acidente perto de Port Klang, o maior porto da Malásia, enquanto as buscas continuam com recurso a nove barcos e a um helicóptero.

“Trinta e duas pessoas estão ainda desaparecidas. Encontrámos cinco corpos, quatro homens e uma mulher. Morreram afogados”, disse Mohamad Hambali Yaakup, responsável pelas autoridades marítimas de Port Klang, que acrescentou que as marés agitadas estão a dificultar a operação de salvamento.

O barco afundou-se perto da costa, o que pode significar que mais pessoas se possam salvar.

As autoridades acreditam que o barco transportava 97 pessoas no total, incluindo crianças, e revelaram que as pessoas salvas disseram que estavam a regressar à Indonésia pelo estreito de Malaca (entre a Malásia e a ilha de Sumatra), para as celebrações do Ramadão.

“Achamos que o barco estava sobrelotado e que o mar estava bravo durante o incidente”, disse Yaakup.

“Através de perguntas aos sobreviventes, eles disseram que estavam a regressar a Aceh [norte de Sumatra]. Não tinham documentos”, acrescentou Yaakup.

Inicialmente, as autoridades acreditavam que os indonésios estavam a tentar entrar na Malásia.

Cerca de dois milhões de imigrantes ilegais – a maior parte indonésios- trabalham na Malásia. Grande parte deles regressa à Indonésia para o Ramadão, que começa no fim de junho e termina no fim de julho.

Muitos indonésios arriscam a travessia de noite, para não serem descobertos. Quer a Malásia quer a Indonésia são países maioritariamente muçulmanos.

En agosto do ano passado, um barco que levava mais de 40 indonésios afundou-se no sul da Malásia, causando sete mortos e 33 desaparecidos. (ionline.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Sobe para 10 número de mortos em surto de legionella no Grande Porto

O surto de legionella que afeta a região do Grande Porto causou hoje mais uma morte, elevando para 10 o número de óbitos registados...
- Publicidade -

João Lourenço: “Manifestações não têm de acabar em violência”

O Presidente angolano lembrou hoje num encontro com jovens que o direito às manifestações está limitado temporariamente devido à pandemia de covid-19 e abordou...

Bolsonaro ignora testes encalhados do governo e culpa Estados e municípios

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que são governadores e prefeitos, e não o governo federal, quem deve explicações sobre os 6,86 milhões...

Diálogo com a juventude: Presidente da República ausculta preocupações dos jovens angolanos

Continua a decorrer o encontro entre o Presidente da República, João Lourenço e representantes de jovens angolanos dos mais variados grupos. Na abertura do evento,...

Notícias relacionadas

Sobe para 10 número de mortos em surto de legionella no Grande Porto

O surto de legionella que afeta a região do Grande Porto causou hoje mais uma morte, elevando para 10 o número de óbitos registados...

João Lourenço: “Manifestações não têm de acabar em violência”

O Presidente angolano lembrou hoje num encontro com jovens que o direito às manifestações está limitado temporariamente devido à pandemia de covid-19 e abordou...

Bolsonaro ignora testes encalhados do governo e culpa Estados e municípios

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que são governadores e prefeitos, e não o governo federal, quem deve explicações sobre os 6,86 milhões...

Diálogo com a juventude: Presidente da República ausculta preocupações dos jovens angolanos

Continua a decorrer o encontro entre o Presidente da República, João Lourenço e representantes de jovens angolanos dos mais variados grupos. Na abertura do evento,...

Merkel diz que é possível ter vacina anti-Covid antes do Natal

A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou nesta quinta-feira que é possível que já estejam disponíveis vacinas contra o coronavírus Sars-CoV-2 antes do Natal no...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.