InicioAngolaAcusação Tribunal egípcio condena à morte 12 apoiantes do ex-Presidente Morsi

Acusação Tribunal egípcio condena à morte 12 apoiantes do ex-Presidente Morsi

Um tribunal egípcio condenou hoje à morte 12 apoiantes do ex-Presidente islamita Mohamed Morsi, deposto pelo exército em julho último, acusados de estarem relacionados com a morte de um general da polícia egípcia em 2013.

(Foto: Lusa)
(Foto: Lusa)

Estes 12 apoiantes de Morsi integram um grupo de 23 pessoas que foram julgadas no Cairo por homicídio ou tentativa de homicídio durante um tiroteio num bairro islamita da capital egípcia em setembro do ano passado, após uma ofensiva da polícia egípcia. Durante a troca de tiros, um general da polícia foi morto.

Na altura, as forças de segurança egípcias lançaram uma sangrenta campanha de repressão contra os apoiantes de Morsi.

Os 23 réus, dos quais 11 estão em fuga, também são acusados de “pertencer a uma organização jihadista”.

Estas novas condenações ocorrem 10 dias depois de Abdel Fattah Al-Sisi, o ex-chefe militar que derrubou e deteve o islamita Mohamed Morsi a 03 de julho de 2013, ter prestado juramento como novo Presidente do Egito. (noticiasaominuto.com)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.