- Publicidade-
InicioAngolaResponsável desmente rumores sobre mau funcionamento da Morgue de Luanda

Responsável desmente rumores sobre mau funcionamento da Morgue de Luanda

O chefe do departamento dos cemitérios do Governo Provincial de Luanda (GPL) , Filipe Mahapi desmentiu hoje (terça-feira), nesta cidade rumores posto a circular esta semana, segundo os quais os corpos depositados na Morgue Central de Luanda encontram-se em decomposição devido ao mau estado das câmaras.

(angonoticias.com)
(angonoticias.com)

Falando à Angop, no distrito urbano da Ingombota, o responsável garantiu que as câmaras encontram-se em condições, e em caso de interrupção no abastecimento de energia electica pela EDEL, a morgue possui um posto de transformação de energia electrica e um gerador alternativo, com capacidade de colocar em funcionamento todos os instrumentos.

“ A morgue serve para conservar e não para congelar, e devem ser vistos vários aspectos sobre a causa da morte,  por exemplo se for por  envenenamento o corpo chega  rapidamente ao estado de decomposição”, reagiu.

Acrescentou, que actualmente a Morgue Central de Luanda é considerada uma das melhores do país e comporta mais de 300 gavetas para a conservação dos cadáveres. Quanto a existência de mais de um corpo em cada gaveta, referiu que deve-se ao elevado número de mortes registados na última semana.

Filipe Mahapi recordou que a morgue beneficiou de obras de reabilitação, ampliação e de apetrechamento onde se destacam novos equipamentos, câmaras, salas de autópsias, sistema de esgoto entre outros benefícios.

Adiantou que o GPL construiu mais duas morgues nos municípios de Viana e Cacuaco, com a capacidade para 150 gavetas cada, que deverão entrar em funcionamento ainda este ano.

“ Desta forma os cadáveres destas localidades deixam de ser colocados na Morgue Central”, frisou. (portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.