- Publicidade-
InicioAngolaPresidente da República quer novas áreas de cooperação com o Brasil

Presidente da República quer novas áreas de cooperação com o Brasil

Brasília – O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, defendeu nesta segunda-feira, em Brasília, a necessidade de se estender as relações com o Brasil para novas áreas de cooperação.

Presidente da república recebe diplomatas (Foto: Pedro Parente)
Presidente da república recebe diplomatas (Foto: Pedro Parente)

“Sublinhamos a importância de se estabelecerem entendimentos no domínio da industrial naval e sentido de se criar condições para estimular investimento na área industrial”, declarou.

O Chefe de Estado discursava no final de um encontro de trabalho com a homóloga brasileira, Dilma Rousseff, no quadro da visita oficial que realiza à República Federativa do Brasil.

Afirmou, também, que Angola é um país com condições excelentes para desenvolvimento da agricultura e que a intensão do governo angolano é de criar condições para que vários produtos de origem agrícola possam ser transformados localmente, reduzindo a importação de bens de consumo.

Depois de considerar o encontro como “mais um passo no sentido da consolidação das relações de amizade e cooperação entre Angola e o Brasil, afirmou que as relações entre si são excelentes, assentam num diálogo político regular e a todos os níveis.

José Eduardo do Santos informou que foram aprovados vários instrumentos jurídicos no quadro da cooperação e que outros estão em preparação, com vista a reforçar os mecanismos da aplicação da parceria estratégica que prevê a concertação politica, programas e projectos específicos de interesse comum.

Refere ainda que foram criadas as facilidades de crédito para financiar exportações de bens e serviços de empresas brasileiras para Angola.

“ Angola, penso, tem sido um bom parceiro neste domínio e tem pago regularmente as suas dívidas. Angola é o terceiro parceiro do Brasil em África”, enalteceu.

A guisa de exemplo referiu que no I trimestre de 2014 o valor das exportações de origem brasileiras superam os 143 mil milhões de dólares.

Exaltou o facto de empresas brasileiras de grande dimensão realizarem empreitadas de obras públicas e investimentos directos, associando-se, nalguns casos, a empresários locais.
(portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.