InicioAngolaFrança: Acusado de furto, adolescente cigano é linchado no subúrbio de Paris

França: Acusado de furto, adolescente cigano é linchado no subúrbio de Paris

Acampamento de ciganos na região de Lille no norte da França, setembro de 2013. (Reuters/Pascal Rossignol)
Acampamento de ciganos na região de Lille no norte da França, setembro de 2013.
(Reuters/Pascal Rossignol)

O presidente François Hollande condenou nesta terça-feira (17) o linchamento do adolescente cigano de 16 anos nesta segunda-feira em Seine Saint Denis, no subúrbio de Paris . Suspeito de assalto, ele foi espancado por cerca de 12 pessoas e está em coma.

O garoto, que morava em uma casa abandonada na beira da estrada, foi encontrado inconsciente dentro de um carrinho de supermercado, segundo a polícia. Ele teria sido espancado por um grupo de moradores de um prédio vizinho, que o acusaram de ter tentado assaltar um apartamento.

Segundo testemunhas, o adolescente foi raptado, colocado dentro de um porão e violentamente agredido. Ele foi encontrado depois de uma denúncia de sua mãe, que prestou queixa na polícia. Gravemente ferido, o jovem está hospitalizado na capital francesa, onde está em coma.

“Esse ato injustificável fere os princípios fundadores da república francesa”, reagiu o presidente francês, François Hollande. Segundo ele, a Justiça fará tudo para encontrar e identificar os autores da agressão.

O primeiro-ministro Manuel Valls, criticado pelo aumento das destruições de acampamentos ciganos, também reagiu, pedindo que os responsáveis sejam encontrados “rapidamente.”

O adolescente já havia sido detido várias vezes por furto, mas liberado em seguida por ser menor de idade, de acordo com o prefeito da cidade de Pierrefitte-sur-Seine, Michel Fourcade. Segundo ele, a população acusa os ciganos pelo aumento dos roubos e actos de vandalismo nas últimas semanas.

Caso ilustra preconceito contra a minoria, diz ONG

Para a ONG francesa SOS Racismo, o caso ilustra o preconceito em torno dos ciganos na França e a tensão social entre a população e a minoria. Na opinião do presidente do movimento contra o racismo na Europa, Benjamin Abtan, é preciso que haja uma mudança radical do discurso vigente. Além disso, ressalta, “é indispensável denunciar claramente a violência que os atinge”.

A violência contra os ciganos tem aumentado na França, segundo as associações. Em Outubro de 2012, um grupo de ciganos foi expulso de um acampamento em Marselha pela população, que colocou fogo nos barracos. Em Maio de 2013, famílias ciganas também foram agredidas em uma área destinada para as caravanas, em Hellemmes, no norte do país. (rfi.fr)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.