InicioMundo LusófonoPortugalAntónio Costa Pinto: “O obstáculo a um entendimento à esquerda é o...

António Costa Pinto: “O obstáculo a um entendimento à esquerda é o passado entre PS e PCP”

 António Costa Pinto (DR)
António Costa Pinto
(DR)

O eleitorado quer uma convergência à esquerda?

Os resultados das europeias dizem-nos que existe uma desconfiança em relação aos dois partidos que governaram Portugal nos últimos 40 anos.

O que pode dificultar o entendimento?

O principal óbice a um entendimento à esquerda é o passado de relações entre o PS e o PCP. Com todos os outros pequenos grupos não existe qualquer problema. Mas os entendimentos não têm de passar necessariamente por coligações governamentais.

Acordos parlamentares?

Sim, ainda que qualquer entendimento à esquerda, em princípio, favoreça mais o PS e prejudique os partidos de protesto, como o BE.

É realista pensar na concretização de convergências?

É realista.

E que peso joga aqui a realidade interna do PS?

Qualquer que seja o líder do PS no início de 2015, haverá alguma convergência no discurso dos partidos de esquerda e um ou outro entendimento. Dava um jeitão ao PS fazer um acordo parlamentar com o Livre, dando-lhes dois ou três deputados.

Seria importante que os partidos clarificassem já a sua disponibilidade?

Duvido de que isso seja feito. A curto prazo, o candidato que ganhar o PS terá um discurso político mais à esquerda, mas não necessariamente a concretização de alianças políticas à esquerda. A aproximação será mais discursiva que organizativa. (ionline.pt)

por Pedro Rainho

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.