- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Quatro militares mortos e 13 feridos em emboscada da Renamo no centro...

Quatro militares mortos e 13 feridos em emboscada da Renamo no centro de Moçambique

 Moçambique (André Catueira/Lusa)
Moçambique
(André Catueira/Lusa)

António Muchanga, porta-voz da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), confirmou à Lusa a emboscada e que houve baixas do Exército, acrescentando que o socorro dos feridos “decorreu no escuro desde o princípio da noite”

Homens armados ligados à Renamo, maior partido da oposição em Moçambique, mataram hoje quatro militares do Exército e feriram outros 13 numa emboscada no centro de país, disse à Lusa fonte do Hospital Distrital de Gorongosa.

Segundo um morador contactado telefonicamente pela Lusa, “o Exército entrou a disparar durante a manhã e, no seu regresso, já no princípio da noite, foi emboscado no rio Mucodza, a 12 quilómetros da vila de Gorongosa”, província de Sofala.

Adamo Manuel descreveu também que os militares seguiam em duas camionetas escoltadas por um blindado, quando foram emboscados na “ponteca Mucodza”, tendo uma das viaturas caído ao leito do rio.

António Muchanga, porta-voz da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), confirmou à Lusa a emboscada e que houve baixas do Exército, acrescentando que o socorro dos feridos “decorreu no escuro desde o princípio da noite”.

Muchanga afirmou também que um contingente militar do quartel de Dondo (Sofala) deverá reforçar com armas pesadas, B10 e B11 (antiaéreas) o Exército na região, para um novo ataque à serra da Gorongosa, onde se supõe esteja refugiado o líder da Renamo, Afonso Dlhakama.

A serra da Gorongosa voltou a ser alvo de intensos ataques do exército há duas semanas, alguns dias antes de a Renamo suspender o cessar-fogo unilateral que havia decretado, em retaliação contra o reforço e ataques das Forças de Defesa e Segurança.

Na sexta-feira, avançaram à Lusa fontes policiais, homens armados da Renamo incendiaram uma viatura e destruíram uma báscula na zona de Mussacama, cem quilómetros a norte de Moatize (Tete, centro), junto à estrada EN 304, que liga ao vizinho Malauí, momentos antes de passar a comitiva do Presidente da República, Armando Guebuza, em visita à província.

A Renamo ameaçou na semana passada alargar a área de ação do seu braço militar para outras regiões do país, em resposta aos bombardeamentos do Exército à serra da Gorongosa.

O porta-voz do partido disse que tomou conhecimento do ataque em Tete, mas não fez mais comentários.

Moçambique vive o pior momento de tensão político-militar desde a assinatura do Acordo Geral de Paz, em 1992, que pôs fim à guerra civil de 16 anos, entre o Governo e a Renamo. (ionline.pt)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -

BCP confirma abertura da Sonangol para avaliar “oportunidades de criação de valor”

O Millennium bcp confirmou ontem quarta-feira que o seu segundo maior acionista, a angolana Sonangol, está atenta a eventuais movimentos de consolidação bancária na...
- Publicidade -

Covid-19. Morreu o antigo presidente francês Giscard d’Estaing

Giscard d'Estaing estava hospitalizado desde meados de novembro. De acordo com a família, o ex-chefe de Estado morreu após complicações devido à Covid-19. O antigo...

Economista Yuri Quixina alvo de assalto à mão armada

O economista e docente universitário Yuri Quixina anunciou na sua página do twitter ter sido hoje, alvo de um assalto à mão armada, quando...

Imunidades de Manuel Vicente vão ser reavaliadas pela PGR

As imunidades que protegem o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, de processos judiciais vão ser reavaliadas pela Procuradoria-Geral da República de Angola, avançou à Lusa...

Notícias relacionadas

BCP confirma abertura da Sonangol para avaliar “oportunidades de criação de valor”

O Millennium bcp confirmou ontem quarta-feira que o seu segundo maior acionista, a angolana Sonangol, está atenta a eventuais movimentos de consolidação bancária na...

Covid-19. Morreu o antigo presidente francês Giscard d’Estaing

Giscard d'Estaing estava hospitalizado desde meados de novembro. De acordo com a família, o ex-chefe de Estado morreu após complicações devido à Covid-19. O antigo...

Economista Yuri Quixina alvo de assalto à mão armada

O economista e docente universitário Yuri Quixina anunciou na sua página do twitter ter sido hoje, alvo de um assalto à mão armada, quando...

Imunidades de Manuel Vicente vão ser reavaliadas pela PGR

As imunidades que protegem o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, de processos judiciais vão ser reavaliadas pela Procuradoria-Geral da República de Angola, avançou à Lusa...

Cantora gospel é agredida pelo marido em pleno shopping no Rio de Janeiro

O cantor gospel Juninho Black publicou em sua conta do Instagram um vídeo onde mostra sua irmã, a cantora Quesia Freitas, sendo agredida pelo...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.