- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Cuanza Norte: Identificação Civil de Ambaca emite mais de três mil BI

Cuanza Norte: Identificação Civil de Ambaca emite mais de três mil BI

Camabatela – Três mil e 189 Bilhetes de Identidade (BI) foram emitidos, de Fevereiro a Maio do ano em curso, pela repartição de Identificação Civil e Criminal do município de Ambaca, província do Cuanza Norte, actualmente apetrechada com meios técnicos para a emissão local do referido documento.

(D.R)
(D.R)

A informação foi prestada à Angop hoje, segunda-feira, pelo responsável da secção do registo civil do município de Ambaca, Manuel Kaba, referindo que a circunscrição conta com um sistema fixo de emissão do BI desde Fevereiro do ano em curso, fruto de um investimento de nível central.

Manuel Kaba referiu que do total de bilhetes de identidade emitidos, 401 foram por renovação, para além de 129 registos criminais também tratados a nível local.

O responsável revelou que a instituição atende em média  100 solicitações diárias para  emissão do BI, incluindo de cidadãos dos vizinhos municípios do Samba Cajú, Bolongongo e Quiculungo.

Esclareceu que o posto de emissão do bilhete de identidade de Ambaca veio colmatar as dificuldades porque passavam os cidadãos da região, que eram muitas vezes obrigados a percorrer 180 quilómetros até Ndalatando (capital da província) a fim de obter o referido documento, realidade que contribuía para a existência de uma grande número de cidadãos sem identificação pessoal.

Manuel Kaba acresceu que, a implantação dos referidos serviços contribuiu igualmente para a elevação da consciência jurídica dos cidadãos em torno da aquisição do bilhete de identidade como principal documento de identificação civil e usufruto de direitos consagrados por lei.

Defendeu, por outro lado, a necessidade de incremento do pessoal administrativo visando dar resposta a demanda de trabalho que se regista actualmente a nível da instituição.

Localizado a 180 quilómetros a Norte da cidade de Ndalatando (capital do Cuanza Norte), o município de Ambaca conta com uma extensão territorial de três mil e 80 quilómetros quadrados e uma população estimada em 80 mil habitantes distribuídos por quatro comunas, nomeadamente, Camabatela (sede), Luinga, Tango, Bindo e Máua. (portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -

Economista Yuri Quixina alvo de assalto à mão armada

O economista e docente universitário Yuri Quixina anunciou na sua página do twitter ter sido hoje, alvo de um assalto à mão armada, quando...
- Publicidade -

Imunidades de Manuel Vicente vão ser reavaliadas pela PGR

As imunidades que protegem o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, de processos judiciais vão ser reavaliadas pela Procuradoria-Geral da República de Angola, avançou à Lusa...

Cantora gospel é agredida pelo marido em pleno shopping no Rio de Janeiro

O cantor gospel Juninho Black publicou em sua conta do Instagram um vídeo onde mostra sua irmã, a cantora Quesia Freitas, sendo agredida pelo...

Crédito avaliado em 272,7milhões

O crédito registado no âmbito do Programa de Reconversão da Economia Informal está, até ao momento, avaliado em 272,7 milhões de kwanzas, segundo dados...

Notícias relacionadas

Economista Yuri Quixina alvo de assalto à mão armada

O economista e docente universitário Yuri Quixina anunciou na sua página do twitter ter sido hoje, alvo de um assalto à mão armada, quando...

Imunidades de Manuel Vicente vão ser reavaliadas pela PGR

As imunidades que protegem o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, de processos judiciais vão ser reavaliadas pela Procuradoria-Geral da República de Angola, avançou à Lusa...

Cantora gospel é agredida pelo marido em pleno shopping no Rio de Janeiro

O cantor gospel Juninho Black publicou em sua conta do Instagram um vídeo onde mostra sua irmã, a cantora Quesia Freitas, sendo agredida pelo...

Crédito avaliado em 272,7milhões

O crédito registado no âmbito do Programa de Reconversão da Economia Informal está, até ao momento, avaliado em 272,7 milhões de kwanzas, segundo dados...

Zona Económica Especial: Privatizações mantêm os postos de trabalho

Os empregos dos colaboradores das empresas em processo de privatização na Zona Económica Especial (ZEE) Luanda - Bengo estão salvaguardados mesmo depois dos activos...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.