InicioCulturaCompanhia de dança estreia "Solos para um dó maior"

Companhia de dança estreia “Solos para um dó maior”

A Companhia de Dança Contemporânea de Angola(CDC) estreia a partir do dia 23 deste mês no Auditório Pepetela do Centro Cultural Português, em Luanda, “Solos para um dó maior”.

(D.R)
(D.R)

Uma nota de imprensa da CDC, chegada hoje, segunda-feira, à Angop, indica que a peça, a ser apresentada também nos dias 24, 25 e 27 deste mês, é de cariz intimista  construída com base num conjunto de personagens retiradas de um conto da literatura oral angolana.

O documento acrescenta que a articulação com extractos da obra “A Cidade Cruel”, do escritor camaronês Eza Boto (Mongo Betti), abre ao público a possibilidade de desenvolver, livremente, a sua própria interpretação.

O grupo surgiu no mercado em 1993 e foi aprovado, oficialmente, por despacho do Ministério da Cultura, passando de conjunto experimental para Companhia de Dança Contemporânea.

Mais de uma centena de espectáculos foram já apresentados, com trabalhos como “A Propósito de Lweji” (1991), “Corpusnágua” (1992), “Mea Culpa” (1992), “Solidão” (1992), “1 Morto e os Vivos” (1992), “5 Estátuas para Masongi” (1993), “Imagem e Movimento” (1993), “Palmas, Por Favor!” (1994) e “Os Címbalos dos Mudos” (1994).

“Uma Frase Qualquer” (1994), “Introversão Versus Extroversão” (1995) e “Neste País – Se não fosse a guerra…éramos todos (a) normais e 4 para 5”(1996), “Uma Frase Qualquer…e Outras (Frases)” (1997), “Os Quadros do Verso Vetusto” (1999), “Oratura… dos Ogros… e do Fantástico” (2008), “Peças para uma Sombra iniciada e outros Rituais mais ou Menos” (2009), “O Homem que chorava sumo de Tomates” (2011) e “Paisagens Propícias” (2012 / 2013) fazem parte das exibições já feitas. (portalangop.co.ao)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.