- Publicidade-
InicioAngolaBan Ki-moon considera "profundamente preocupantes" execuções sumárias no Iraque

Ban Ki-moon considera “profundamente preocupantes” execuções sumárias no Iraque

O secretário-geral advertiu também contra a violência sectária que “pode exacerbar o conflito e criar graves implicações em toda a região”

(Foto: Reuters)
(Foto: Reuters)

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, considerou domingo “profundamente preocupantes” as notícias sobre execuções sumárias no Iraque e apelou a todos os líderes do país que evitem represálias por parte dos seus seguidores.

Numa declaração revelada pelo seu porta-voz, Ban Ki-moon fez, novamente, um apelo aos líderes iraquianos para que se “unam em torno de um plano inclusivo de segurança nacional”, bem com assumam medidas políticas e sociais que contornem a ameaça que sofre o país.

O secretário-geral advertiu também contra a violência sectária que “pode exacerbar o conflito e criar graves implicações em toda a região”.

Ban Ki-moon acolheu favoravelmente a “importante declaração” sobre a necessidade de unidade iraquiana por parte do aiatola Sayed al Sistani “que representa uma voz muito influente de sabedoria e razão” e condenou a violência de grupos terroristas incluindo a do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL)

A comunicação do porta-voz de Ban Ki-moon teve lugar depois da EIIL divulgar hoje através da rede social Twitter fotografias de alegadas execuções massivas nas quais foram mortos 1.700 soldados iraquianos. (ionline.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.