- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Zonas de garimpo apontadas como lugares de exploração infantil

Zonas de garimpo apontadas como lugares de exploração infantil

Os lugares de extracção ilegal de minerais são as principais zonas de exploração infantil no país disse hoje, sexta-feira, em Luanda, o consultor da Comissão Intersectorial para a Elaboração de Relatório de Direitos Humanos (CIERD), Pedro Costa.

(D.R)
(D.R)

Pedro Costa avançou esse dado à Angop, a propósito do tema “Exploração Infantil no País”, tendo referido ser comum ver crianças a fazer trabalhos forçados em zonas de garimpo.

Apontou as áreas da construção civil, agricultura e pesca como outros dos sectores nos quais se verificam muitos menores a trabalhar ilegalmente.

Segundo o responsável, a pobreza das famílias, conflitos conjugais dos pais dos menores, abandono das crianças por parte dos seus encarregados de educação e fraca protecção dos direitos dos menores, em certas áreas recônditas do país, como as principais causas da exploração infantil.

“Muitas vezes as famílias são as principais violadoras dos direitos das crianças, por não inserirem os menores no sistema de ensino, não garantirem a sua assistência médica e medicamentosa, assim como usar os filhos para realizar trabalhos pesados”, frisou.

A exploração infantil, referiu, provoca várias consequências negativas à criança como fraco aproveitamento escolar, doenças, carência afectiva, entre outros males.

Recordou que o trabalho infantil é uma violação grave aos direitos fundamentais da criança, que as autoridades do país estão empenhadas em acabar com esse mal através da implementação de programas nacionais de sensibilização e combate a esse delito. (portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -

Covid-19: País com mais 51 infectados, três óbitos e três recuperados

As autoridades sanitárias registaram, nas últimas 24 horas, mais 51 novos casos positivos, três óbitos e três pacientes recuperados. De acordo com a directora Nacional...
- Publicidade -

Proposta de Lei da Sustentabilidade das Finanças Públicas prevê a criação do Comité das Contas Públicas

A Proposta de Lei da Sustentabilidade das Finanças Públicas, que vai para a votação final global na próxima terça-feira, dia 11, prevê a criação,...

Covid-19: Oito em cada 100 pessoas expostas ao vírus

Oito em cada 100 pessoas em Angola expressaram a probabilidade de terem entrado em contacto com o vírus Sars-Cov-2 (Covid-19), no âmbito dos testes...

Explosões em Beirute: Último balanço dá conta de 137 mortos e pelo menos 100 desaparecidos

As violentas explosões que abalaram Beirute na terça-feira provocaram pelo menos 137 mortos, enquanto pelo menos 100 pessoas continuam desaparecidas, disse hoje o ministro...

Notícias relacionadas

Covid-19: País com mais 51 infectados, três óbitos e três recuperados

As autoridades sanitárias registaram, nas últimas 24 horas, mais 51 novos casos positivos, três óbitos e três pacientes recuperados. De acordo com a directora Nacional...

Proposta de Lei da Sustentabilidade das Finanças Públicas prevê a criação do Comité das Contas Públicas

A Proposta de Lei da Sustentabilidade das Finanças Públicas, que vai para a votação final global na próxima terça-feira, dia 11, prevê a criação,...

Covid-19: Oito em cada 100 pessoas expostas ao vírus

Oito em cada 100 pessoas em Angola expressaram a probabilidade de terem entrado em contacto com o vírus Sars-Cov-2 (Covid-19), no âmbito dos testes...

Explosões em Beirute: Último balanço dá conta de 137 mortos e pelo menos 100 desaparecidos

As violentas explosões que abalaram Beirute na terça-feira provocaram pelo menos 137 mortos, enquanto pelo menos 100 pessoas continuam desaparecidas, disse hoje o ministro...

COVID-19: Nyusi anuncia a reabertura gradual da economia

Moçambique vai iniciar, a 18 deste mês, o relaxamento das medidas de controlo da propagação da Covid-19 reabrindo as aulas do “ensino superior, escolas...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.