- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Mundial: Holandeses voadores humilham Espanha

Mundial: Holandeses voadores humilham Espanha

(Fabrizio Bensch- Reuters)
(Fabrizio Bensch- Reuters)

Será que o tiki-taka morreu? A Roja saiu humilhada na estreia em solo brasileiro. A Laranja começou a vingança num voo magistral de Van Persie

Holandês Voador é o nome de um lendário navio-fantasma que nunca pode aportar e fica condenado a navegar os oceanos para sempre. Um mito que se aplica bem aos acontecimentos no relvado de Salvador da Bahia. Primeiro, porque a campeã mundial Espanha parecia estar dentro do navio: saiu perdida e condenada aos pés da Laranja Mecânica. Segundo, porque quando ainda estava por cima no jogo, apareceu um holandês voador, Robin Van Persie (RVP), que iniciou a fria e cruel vingança da Holanda – o jogo era uma reedição da final do Mundial-2010, ganho pela Roja.

Robben foi o melhor em campo e, tal como Van Persie, bisou. O antigo jogador do Real Madrid estilhaçou por completo a defesa contrária. A Holanda, que saíra do Euro-2012 com três derrotas, foi renovada por Van Gaal. A Laranja Mecânica não tem tantos tecnicistas como habitual mas compensa com organização e um contra-ataque fatal. A Espanha não sofria golos há quatro jogos em fases finais e o que aconteceu parece quase inexplicável numa equipa que domina o futebol mundial desde 2008, quando venceu o Europeu na Áustria-Suíça.

Porém, a humilhação sofrida volta a levantar uma questão que começou a surgir com mais frequência no último ano: acabou a era do tiki-taka? O Barcelona teve uma época para esquecer, o Real esmagou o tiki-taka do Bayern de Guardiola na meia-final da Champions e Xavi, o mais inteligente médio do futebol moderno, aos 34 anos já não é o que era. A derrota na final da Taça das Confederações em 2013, contra o Brasil de Scolari, já fora um prenúncio. Del Bosque e seus ‘chavales’ têm mais dois jogos para provar o mundo do contrário.

promissor O seleccionador espanhol optou por um 9, Diego Costa, em vez de um “falso” 9, Fàbregas. O avançado do Atlético, assobiado pelo público brasileiro sempre que tocava na bola (nasceu no Brasil mas escolheu a selecção espanhola), até esteve no lance do primeiro golo. Na Holanda, Van Gaal mudou o 4x3x3 utilizado na qualificação para um 5x3x2. A perda de Strootman fez o holandês mudar os planos e apresentar uma equipa mais pragmática. A pressão alta e o poderio físico do meio campo conseguiram dificultar a Espanha no primeiro quarto de hora: Sneijder isolado frente a Casillas falhou a primeira ocasião do jogo (8′).

Depois os castelhanos implementaram em força o chip do tiki-taka e os holandeses foram perdendo força, com Xavi e Iniesta a mexer os cordelinhos. Aos 26 minutos, Diego Costa caiu na área num lance duvidoso com De Vrij; o árbitro assinalou penálti e Alonso não falhou. A partida caía cada vez mais para o lado espanhol. Silva falhou o 2-0 após uma assistência do outro mundo de Iniesta. E já se sabe como é o ditado no futebol: “Quem não marca…”. Blind também parecia ter olhinhos nos pés quando colocou a bola nas costas da defesa espanhola. Van Persie fez o resto com um voo e uma cabeçada do outro mundo, o melhor golo da prova até ao momento. Tornou-se o primeiro holandês a marcar em três fases finais e foi dar um ‘high five’ a Van Gaal, o seu próximo treinador no Man. United.

humilhante O que aconteceu depois foi totalmente imprevisto. Robben fez o 2-1 aos 53′, De Vrij o 3-1 (falta sobre Casillas no lance) e subitamente o tiki-taka transformou-se numa espécie de baratas tontas. A Espanha não tinha rumo. RVP matou o jogo num erro inacreditável de Casillas (qué pasa?) e a partir daí só faltava perceber por quantos a Espanha iria perder. Robben fez gato sapato do guardião no 5-1 (igualou RVP com golos em três mundiais) e até final o jogo foi um festival holandês de oportunidades falhadas. A Espanha desintegrou-se e podia ter saído de campo igualando a pior derrota de sempre em Mundiais, sofrida em 1950 com o Brasil (6-1). Em 2010 a Roja entrou a perder no Mundial da África do Sul e foi campeã, algo inédito na história da prova. Quatro anos depois, alguém acredita – incluindo os próprios jogadores – que isso pode acontecer? (ionline.pt)

por Pedro Miguel Neves

 

- Publicidade -
- Publicidade -

Reações.Violência policial na França: a imprensa estrangeira em choque

Deriva autoritária? Caso George Floyd ao estilo francês? Após a divulgação de imagens da agressão a um produtor negro pela polícia e enquanto uma...
- Publicidade -

Falta de comida leva ursos a atacar túmulos na Rússia

Animais procuraram forma de sobreviver à fome O comportamento incomum dos animais foi observado em mais do que uma cidade, mas foi o município russo...

LIMA tem nova líder no Bengo

A nova presidente provincial do Bengo da Liga da Mulher Angolana (LIMA), Ana Paula Afonso, foi investida, ontem, em Caxito, substituindo Ana José Chumbo. A...

Inocêncio de Matos, morto na manifestação do dia 11 de Novembro, vai hoje a enterrar

Passados 18 dias após a morte de Inocêncio Matos, finalmente será realizado o enterro. A família diz estar ultrapassado o diferendo que os opunha...

Notícias relacionadas

Reações.Violência policial na França: a imprensa estrangeira em choque

Deriva autoritária? Caso George Floyd ao estilo francês? Após a divulgação de imagens da agressão a um produtor negro pela polícia e enquanto uma...

Falta de comida leva ursos a atacar túmulos na Rússia

Animais procuraram forma de sobreviver à fome O comportamento incomum dos animais foi observado em mais do que uma cidade, mas foi o município russo...

LIMA tem nova líder no Bengo

A nova presidente provincial do Bengo da Liga da Mulher Angolana (LIMA), Ana Paula Afonso, foi investida, ontem, em Caxito, substituindo Ana José Chumbo. A...

Inocêncio de Matos, morto na manifestação do dia 11 de Novembro, vai hoje a enterrar

Passados 18 dias após a morte de Inocêncio Matos, finalmente será realizado o enterro. A família diz estar ultrapassado o diferendo que os opunha...

Rafael Marques defende informação transparente sobre capitais recuperados

O jornalista Rafael Marques, que durante os últimos anos denunciou actos de corrupção e desvios de fundos públicos, defendeu, ontem, na cidade do Lubango,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.