- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Futebol: Luandenses demonstram fidelidade ao Escrete canarinho

Futebol: Luandenses demonstram fidelidade ao Escrete canarinho

O triunfo da selecção brasileira de futebol na ronda inaugural do grupo A do campeonato do mundo iniciado na noite desta quinta-feira naquele país sul-americano foi comemorado com euforia por um grupo de adeptos concentrados numa unidade hoteleira da cidade de Luanda.

Adeptos num espaço na zona do Talatona durante a abertura do Mundial do Brasil 2014 (Fotos: Francisco Miudo)
Adeptos num espaço na zona do Talatona durante a abertura do Mundial do Brasil 2014 (Fotos: Francisco Miudo)

Numa organização de uma multi-nacional de refrigerantes, cerca de uma centena de adeptos entre angolanos e brasileiros, acompanharam atentamente o desenrolar do

jogo, antecedido da cerimónia de abertura decorrida na Arena Corinthians, em São
Paulo.

Logo à entrada do recinto (zona do Talatona em Luanda) os organizadores fizeram a entrega aos
convidados de brindes com as cores do referido produto.

Mesmo em desvantagem desde aos 11 minutos (auto-golo de Marcelo), o ambiente continuou
com o público apoiando os lances iminentes de golos, sobretudo da selecção canarinha
que procurava o empate.

Depois da reviravolta ao resultado, os gritos aumentaram de intensidade no espaço
criado para a cerimónia e a partida inaugural desta competição que termina a 13 de
Julho.

No final da contenda que conferiu vitória de 3-1 a favor do Brasil, o angolano Domingos Francisco expressou a sua satisfação por a selecção do seu coração ter
iniciado da melhor forma a competição.

“Estou satisfeito com o resultado, apesar de a exibição não ter sido daquelas que
muitos esperavam. A Croácia aplicou um susto, mas o jogo estava controlado e os
atletas davam sinal de poderem repor a legalidade” – disse.

Mostrou seu cepticismo quanto à estreia dos Camarões (um dos cinco representantes de África)
diante do Mexico, face aos últimos desenvolvimentos na fase derradeira de
preparação.

“Vamos ver o que eles poderão fazer no terreno. Eles são profissionais e saberão
dignificar e defender a bandeira do seu país, assim como representar bem o
continente” – realçou.

Considerou o avançado Neymar peça “demolidora” da selecção canarinha, pela
forma como desiquilibrou o sector defensivo da Croácia.

“É um execelente jogador que vai marcar diferença nesta compa do mundo, com ajuda
dos seus companheiros” – salientou.

Mauda Bandeira, especialista em comunicação institucional da empresa organizadora, declarada adepta da selecção da Argentina, manifestou-se triste pela derrota
da Croácia, face à rivalidade que existe com o Brasil, duas selecções sul-
americanas.

“Não gostei deste resultado final, mas fiquei feliz quando a Croácia estava na
posição vantajosa. Valeu a experiencia dos jogadores do Brasil” – disse.

“A croácia entrou muito defensiva e tentou fazer anti-jogo quando estava em
vantagem. Este comportamento foi bem aproveitado pelo Brasil que lhes permitiu
chegar ao empate e depois à vitória” – salientou.

Quanto aos representantes africanos, aposta mais na selecção do Ghana por considerar
uma equipa possuidora de jogadores com muita determinação e com maior capacidade de luta.

“Espero que o Ghana volte a dignificar o continente, à semelhança da sua boa

participação na Copa do mundo disputada na África do Sul, em 2010, onde atingiu os
quartos de final” – rematou. (portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -

“Beleza”, o angolano que mostra a arte da capoeira na África do Sul

Mário Lopes pratica a sua arte mesmo tempo de pandemia Na cidade sul-africana de Cape Town, Márcio Lopes, mais conhecido por Beleza, é um angolano...
- Publicidade -

Cabo Delgado: Surto de diarreia força milhares a abandonarem abrigo

Milhares de pessoas abandonaram os abrigos no campo de Nangua, após a eclosão de um surto de diarreia, que já fez cinco mortos, esta...

Cabo Verde é o lusófono “mais amigo” das raparigas e meninas em África

O relatório é do Fórum Africano de Políticas para Criança, liderado pela mocambicana Graca Machel Cabo Verde é um dos sete países...

Presidente da UNITA acusa João Lourenço de querer comprar activistas com casas e bolsas de estudo

Adalberto Costa Júnior diz que João Lourenço pretende com "essas benesses" reduzir a onda de contestação contra o Governo. O presidente da UNITA, Adalberto Costa...

Notícias relacionadas

“Beleza”, o angolano que mostra a arte da capoeira na África do Sul

Mário Lopes pratica a sua arte mesmo tempo de pandemia Na cidade sul-africana de Cape Town, Márcio Lopes, mais conhecido por Beleza, é um angolano...

Cabo Delgado: Surto de diarreia força milhares a abandonarem abrigo

Milhares de pessoas abandonaram os abrigos no campo de Nangua, após a eclosão de um surto de diarreia, que já fez cinco mortos, esta...

Cabo Verde é o lusófono “mais amigo” das raparigas e meninas em África

O relatório é do Fórum Africano de Políticas para Criança, liderado pela mocambicana Graca Machel Cabo Verde é um dos sete países...

Presidente da UNITA acusa João Lourenço de querer comprar activistas com casas e bolsas de estudo

Adalberto Costa Júnior diz que João Lourenço pretende com "essas benesses" reduzir a onda de contestação contra o Governo. O presidente da UNITA, Adalberto Costa...

AGT propõe redução da taxa aduaneira nos bens de uso pessoal para 2021

A Administração Geral Tributária (AGT) propôs incluir na Lei do OGE de 2021, a dispensa do procedimento de despacho e do pagamento dos direitos...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.