InicioAngolaEUA denunciam detenções arbitrárias de dissidentes em Cuba

EUA denunciam detenções arbitrárias de dissidentes em Cuba

Os Estados Unidos denunciaram, esta quinta-feira, a ocorrência em Cuba, nas últimas semanas, de “dezenas de detenções arbitrárias” de dissidentes, instando Havana a acabar com este tipo de prática e a respeitar os direitos humanos.

(Foto: Lusa)
(Foto: Lusa)

“Temos relatos de recentes detenções arbitrárias de dezenas de membros da sociedade civil e ativistas. Entre eles, o ativista Jorge Luis García Pérez, também conhecido como ‘Antúnez’, e a sua mulher, Yris Pérez Aguilera”, disse a porta-voz adjunta do Departamento de Estado norte-americano, Marie Harf.

A lista de detidos inclui ainda a líder das “Damas de Branco”, Berta Soler, e o seu marido, Ángel Moya, referiu a mesma responsável.

Os Estados Unidos denunciaram ainda que o jornalista Roberto Jesús Guerra foi “atacado com violência”, numa ação que lhe provocou “uma fratura no nariz e uma rotura de ligamentos”.

“Condenamos veementemente o uso sistemático da violência física por parte do Governo cubano para silenciar os seus críticos. Instamos o Governo de Cuba a acabar com estas práticas e a respeitar os direitos humanos dos cidadãos de Cuba”, assinalou Marie Harf. (noticiasaominuto.com)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.