InicioAngola Secretário executivo da CIRGL defende pagamento dos valores em atraso a...

Secretário executivo da CIRGL defende pagamento dos valores em atraso a favor do MCVA

O secretário executivo da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIRGL), Ntumba Luaba, defendeu, nesta quarta-feira , em Luanda, a necessidade “urgente” dos Estados membros deste órgão pagarem os valores atrasados estipulados a favor do Mecanismo Conjunto de Verificação Alargado (MCVA)’ para a situação de segurança no leste da República Democrática do Congo.

(Foto: Angop)
(Foto: Angop)

Ntumba Luaba  fez este pronunciamento quando discursava no acto de abertura da  reunião dos chefes de estado maior general da CIRGL, cuja cerimónia  foi presidida pelo ministro angolano da Defesa Nacional, João Lourenço.

Disse que em função do pagamento do dinheiro  em atraso é necessário aprovar o orçamento para o ano de 2014, cujo projecto de orçamento será apresentado no encontro dos chefes de estado maior que  vai decorrer até  hoje, quinta-feira.

Afirmou que “não se deve perder de vista que o MCVA é o único órgão que assegura a visibilidade da segurança da CIRGL no terreno operacional, nas províncias do Norte e Sul de Kivu , leste da República Democrática do Congo”.

O secretário executivo da CIRGL sublinhou que “a União Europeia prometeu renovar o apoio ao MCVA, que está em vias de concretização, mas o referido apoio não pode   substituir as ajudas dos estados membros deste órgão regional”.

Ntumba Luaba participa na reunião de dirigentes militares do comitê da CIRGL que termina nesta quinta-feira e vai também participar no encontro de ministros da Defesa deste órgão, que decorrerá na capital angolana a 13 do corrente.

Participam no mesmo, delegados militares  de Angola, Burundi,  Burundi , Congo, Tanzânia, Zâmbia, República Democrática do Congo, Sudão, Quénia. Os delegados do Uganda, e República Centro Africana e Sudão Sul estão ausentes por razões desconhecidas.

Esta reunião  de dois dias analisa os relatórios do Mecanismo  Conjunto de Verificação Alargado (MCVA) sobre a situação de segurança no leste da RDCongo, e a assinatura do memorando de entendimento entre a CIRGL e a Monusco.

A situação administrativa e financeira do MCVA, a análise e adopção do orçamento do MCVA para o exercício 2014, bem como a discussão sobre a transmissão dos relatórios do MCVA aos parceiros União Europeia, União Africana e SADC, estarão também em discussão no encontro dos chefes de estados maiores das CIRGL.

Angola assume desde Janeiro deste ano  a presidência rotativa da Conferência  Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos, desde 15 de Janeiro de 2014, na pessoa do  seu Presidente, José Eduardo dos Santos, que tudo tem feito para criar condições de pacificação nesta região do continente africano. (portalangop.co.ao)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.