- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Crónicas e Artigos Crise ucraniana é pretexto formal para expansão da OTAN para leste

Crise ucraniana é pretexto formal para expansão da OTAN para leste

(armamentoedefesa.blogspot.co.uk)
(armamentoedefesa.blogspot.co.uk)

Tudo indica que Washington pretende estrangular a Rússia com o nó da OTAN. A sua doutrina russófoba foi aceita por muitos dos que antes estiveram ligados ao povo russo por laços de amizade. Chegou a vez da Ucrânia.

OTAN deixou na Sérvia cemitério de monumentos históricos

A Aliança Atlântica usa todos os pretextos, frequentemente artificiais, para aproximar suas infra-estruturas das fronteiras da Rússia. Tendo na prática provocado uma guerra civil na Ucrânia, os norte-americanos pretendem aproveitar o caos instalado para dar mais um passo firme. Usando as tácticas da guerra informativa, os EUA criam nos territórios sob seu controle uma atmosfera de medo e ódio, na qual os argumentos da razão cedem à pressão dos falsos testemunhos, dos fatos inventados e das declarações provocatórias.

Com a crise da Ucrânia como pano de fundo, na sede da OTAN preferem não falar de um futuro alargamento. O secretário-geral da Aliança Anders Fogh Rasmussen apenas prometeu vagamente aprofundar a cooperação militar com Kiev e realizar exercícios conjuntos. A ambiguidade do secretário-geral é compreensível, pois Kiev se encontra em estado de disputa territorial com Moscovo e o Tratado do Atlântico Norte recusa categoricamente a adesão de países com esse tipo de problemas.

Uma situação semelhante se vive na Geórgia. O conflito da Abkházia e da Ossétia do Sul reduz vertiginosamente sua hipótese de entrar para a Aliança. Mas é evidente que tanto a Geórgia, como a Ucrânia, são para a OTAN fatias bem desejáveis, visto que são inclusão na esfera de influência do bloco criaria um poderosíssimo factor de pressão diplomática e militar sobre a Rússia.

OTAN aproxima-se da Ásia Central

Lá onde a OTAN se sente à vontade, a Aliança dinamiza sua actividade. Essa tendência não é de agora. Mas a crise ucraniana dinamizou o processo. Começam os exercícios da OTAN no mar Báltico, a base aérea norte-americana na Estónia está recebendo mais caças F-16 e a Lituânia está aumentando seu orçamento militar para cobrir o aumento de despesas com o aquartelamento de destacamentos suplementares de outros países da Aliança.

Luta da OTAN pela moralidade no Quirguistão

A OTAN reforça sua presença também no mar Negro. Durante o mês passado na Roménia tiveram lugar várias manobras conjuntas com os norte-americanos, uma série dos quais em polígonos perto da fronteira com a Ucrânia. O cruzador norte-americano Ticonderoga chegou ao porto romeno de Constanta. No início do ano, a OTAN transferiu oficialmente para esta cidade as funções do Centro de Trânsito do Pentágono do aeroporto de Manas, no Quirguistão.

Aliás, a população do Quirguistão se sentiu muito aliviada porque os americanos deixaram de si uma má memória. Durante os treze anos de funcionamento da base aérea dos EUA em Manas, os habitantes locais enfrentaram casos de violência directa por parte dos militares estrangeiros.

Letões indispostos contra brigões da OTAN

É sintomático que os militares da OTAN recusam quase ostensivamente respeitar as leis dos países que visitam logo que pisam seu solo. O aumento do contingente militar da OTAN já trouxe novos problemas aos habitantes de Letónia. Aivars Lembergs, o prefeito da pacata vila portuária de Ventspils, referiu com tristeza que em dois dias os militares da OTAN provocaram tantos incidentes quantos não ocorrem durante o Dia da Cidade, quando Ventspils é visitada por dezenas de milhares de pessoas.

Todos esses truques são apenas uma pequena parte do panorama geral, mas eles permitem avaliar a situação no seu todo. É muito importante perceber que o frenesim europeu da OTAN não ameaça apenas a segurança da Rússia, mas a estabilidade internacional no seu todo. Dito de uma forma directa, Washington está brincando com o fogo e, além disso, envolve em seus jogos aqueles que, por diversas razões, não podem resistir a suas pressões.
Para satisfazer suas ambições políticas e geoestratégicas, é executada uma prática dirigida à desestabilização da situação política em países soberanos. Essa é uma estratégia muito perigosa que, mais tarde ou mais cedo, poderá provocar uma catástrofe mundial. (ruvr.ru)

- Publicidade -
- Publicidade -

CR7, Mourinho, Figo e Jorge Mendes nomeados para os Globe Soccer Awards

A lista de nomeados para os Globe Soccer Awards, distinção promovida pelo Ministério do Desporto do Dubai, foi revelada esta segunda-feira, e Portugal conta...
- Publicidade -

Sobe para 10 número de mortos em surto de legionella no Grande Porto

O surto de legionella que afeta a região do Grande Porto causou hoje mais uma morte, elevando para 10 o número de óbitos registados...

João Lourenço: “Manifestações não têm de acabar em violência”

O Presidente angolano lembrou hoje num encontro com jovens que o direito às manifestações está limitado temporariamente devido à pandemia de covid-19 e abordou...

Bolsonaro ignora testes encalhados do governo e culpa Estados e municípios

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que são governadores e prefeitos, e não o governo federal, quem deve explicações sobre os 6,86 milhões...

Notícias relacionadas

CR7, Mourinho, Figo e Jorge Mendes nomeados para os Globe Soccer Awards

A lista de nomeados para os Globe Soccer Awards, distinção promovida pelo Ministério do Desporto do Dubai, foi revelada esta segunda-feira, e Portugal conta...

Sobe para 10 número de mortos em surto de legionella no Grande Porto

O surto de legionella que afeta a região do Grande Porto causou hoje mais uma morte, elevando para 10 o número de óbitos registados...

João Lourenço: “Manifestações não têm de acabar em violência”

O Presidente angolano lembrou hoje num encontro com jovens que o direito às manifestações está limitado temporariamente devido à pandemia de covid-19 e abordou...

Bolsonaro ignora testes encalhados do governo e culpa Estados e municípios

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que são governadores e prefeitos, e não o governo federal, quem deve explicações sobre os 6,86 milhões...

Diálogo com a juventude: Presidente da República ausculta preocupações dos jovens angolanos

Continua a decorrer o encontro entre o Presidente da República, João Lourenço e representantes de jovens angolanos dos mais variados grupos. Na abertura do evento,...
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. OK EU TENHO UM DITADO UMA GUERRA PROLONGADA QUE SEJA DE QUALQUER NATUREZA,POLITICA,IDEOLOGICA,MILITAR,COMERCIAL,SOCIAL ETC,ETC SIGNIFICA QUE AMBAS PARTES NAO TEM RAZAO.MAS HA SEMPRE UM PORQUE COM UM FURO SE FAZ UM BURACO.AMBOS DOIS USAM UMA MODALIDADE QUE SE CHAMA XADRES.A OTAN QUE É UMA ALIANÇA CONTROLADA TOOTAAALMENTE PELOS AMERICANOS DO NORTE ESTAO EMPURRANDO AS PEDRAS DO XADRES POR ONDE PASSOU A ANTIGA COLONIA DA URSS E NA ALTURA O PUTIN TRABALHAVA NO KREMELIN COMO FUNCIONARIO DE BASE DEPOIS É QUE FOI FUNCIONARIO DE KGB OLHA BEM A HISTORIA DA RUSSIA MAIS TARDE O PUTIN ASCENDEU CHEEEFE DO KGB POSTERIORMENTEMENTE PRESIDENTE DA FEDERAÇAO RUSSA ANALIZANDO E CONCLUINDO O PUTIN É O KGB DA RUSSIA.O PUTIN POR SUA VEZ TAMBEM ESTA EMPURANDO AS PEDRAS DO XADRES EM TODAS EX-COLONIAS DA RUSSIA NA EUROPA AGORA O QUE PARA ACONTECER SE PARAREM COM ESSE DE XADRES SERA COLISAO OTAN QUE SAO AMERICANOS E OS RUSSOS ESTA SOMA O RESULTADO É UMA GUERRA CATASTROFICA E ONDE LUTAM DOIS ELEFANTES O Q SOFRE É A HUMANIDADE ATENCAO.DOU UMA PERGUNTA AO MUNDO E A ONU E A RESPOSTA FICA NA MINHA GARGANTA COM UMA FITA COLA NA MINHA E UMA LAPIZEIRA DE LADO SIGNIFICA PREFIRO ESCREVER Q FALAR.A RUSSIA PERTENCE O CONTINENTE EUROPEU E É PODEROSO TAMBEM E TEM ALIADOS PODEROSOS ESTES ALIADOS QUANDO ARROS INTORNAR NAO ESTARAO DE PERNAS CRUZADAS E A AMERICA É DE CONTINENTE AMERICANO VEJAMOS SE A COMEÇAR CONCENTRAR TROPAS NOS PAISES AMERICANOS AMERECANOS LIMITROFES DOS ESTADOS UNIDOS OU FAZER AS SUAS MANOBRAS MILITARES COMO POR EXEMPLO NO MEXICO,CUBA,VENEZUELA ETC ETC O OBAMA IRÁ SENTIR ACOMODADO?VAI DEIXAR O PUTIN FAZE-LO?O É POR AÍ O OBAMA NAO É O CIA DOS EUA MAS ÉÉÉ SOMENTE DA CIA E O PUTIN ÉÉÉ DA KGB DA RUSSIA MUITA DIFERENÇA.POR FAVOR PARAM COM ESTES JOGOS DE PINGUEPONGUEPORQUE ONDE LUTAM DOIS ELEFANTES QUEM SOFRE É O CAPIM RESUMIDO DOIS PODEROSOS BELICOS EM CONFRONTO QUEM SOFRE É A HUMANIDADE.BAN-KIN-MON ESTAIS AONDEEEE…VOS DESPERTA O ANALISTA SOCIAL OU COMUNITARIO KALU GOUVEIA DO BAIXO NIVEL E VOCES QUE PENSAM POR ISSO É QUE ERAM MUITO SAO DO ALTO NIVEL SE OFENDI EU PEÇO AS MINHA SINCERAS DISCULPAS (ANG.FORMADO NO S.I.C e ANDO NA RETRANCA)

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.