InicioEconomiaBolsa acompanha perdas da Europa após cinco sessões em alta

Bolsa acompanha perdas da Europa após cinco sessões em alta

(jornaldenegocios.pt)
(jornaldenegocios.pt)

Após cinco sessões a valorizar, a bolsa nacional está a acompanhar a tendência negativa das principais praças europeias, que estão a ser pressionadas pelo corte de estimativas do Banco Mundial para a economia mundial.

A bolsa nacional inverteu da tendência de ganhos da abertura da sessão, acompanhando agora as quedas das principais praças europeias.

Após cinco sessões em alta, o PSI-20 cede 0,41% para 7.414,71 pontos, com 15 cotadas em terreno negativo, três em alta e duas inalteradas. Os principais índices europeus marcam perdas em torno de 0,5%, a aliviar de máximos de seis anos, reagindo em queda ao facto do Banco Mundial ter revisto em baixa a sua perspectiva de crescimento para a economia mundial.

Em Lisboa a tendência também é agora negativa, com a banca a inverter dos ganhos do arranque da negociação, numa sessão que ficará marcada pelo leilão de dívida pública portuguesa. O IGCP vai colocar entre 500 a 750 milhões de euros em obrigações do Tesouro a 10 anos e a expectativa é a de que pagará os juros mais baixos desde 2005.

O Banco Espírito Santo cede 0,72% para 1,103 euros, depois de ter concluído com sucesso o aumento de capital de 1.045 milhões de euros. A procura por novas acções do BES “superou largamente” a oferta disponível no aumento de capital da instituição liderada por Ricardo Salgado, apurou o Negócios junto de fonte do sindicato bancário.

O Banco Comercial Português desvaloriza 1,18% para 0,193 euros e o Banco BPI perde 0,11% para 1,758 euros. O ESFG perde 1,81% para 2,72 euros.

Ainda a pressionar o PSI-20, a EDP cede 0,65% para 3,676 euros e a EDP Renováveis desvaloriza 0,28% para 5,328 euros. O Goldman Sachs reviu em baixa a avaliação da EDP Renováveis de 5,30 euros para 5,10 euros, de acordo com uma nota de research a que o Negócios teve acesso. A recomendação foi mantida em “neutral”.

A Mota-Engil alivia dos fortes ganhos das últimas sessões, com uma desvalorização de 2,22% para 6,111 euros. A Portucel cai 1,11% para 3,55 euros e Altri desvaloriza 1,35% para 2,416 devido à tendência de queda dos preços da pasta.

A impedir maiores quedas no índice, a Portugal Telecom sobe 0,8% para 3,012 euros, mantendo a tendência de alta das últimas sessões, devido ao comportamento positivo das acções da brasileira Oi. Ontem as acções da operadora portuguesa subiram mais de 4%. (jornaldenegocios.pt)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.