- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Seguro vs. Costa: só 21 deputados apoiam o líder

Seguro vs. Costa: só 21 deputados apoiam o líder

(Manuel de Almeida- Lusa)
(Manuel de Almeida- Lusa)

Se as eleições se resolvessem com os votos dos parlamentares, a derrota seria pesada para o actual secretário-geral socialista

A bancada parlamentar do PS está, maioritariamente, com António Costa. O i mediu o pulso às posições dos socialistas na Assembleia e, na disputa pela liderança do partido, dos 74 deputados, apenas 28,4% assume o apoio ao secretário-geral. No desafio lançado a António José Seguro, o autarca de Lisboa conta com o voto garantido de 46 dos actuais deputados.

As hostes “seguristas” contam-se em 21 seguidores (semi) confessos. É que, numa altura em que ainda se contam apoios dentro do partido com vista à disputa da liderança, muitos preferem não revelar publicamente com quem estão. Em regra, está com Seguro quem esteve com o líder desde o primeiro minuto. Do outro lado também há quem opte por limitar o seu contributo à contagem estatística.

A responsabilidade na formação das listas remonta ao anterior secretário-geral. Foi José Sócrates quem, em 2011, escolheu os nomes que haveriam de acompanhá-lo à derrota eleitoral nas legislativas. Seguro foi tentando gerir a herança, mas, na bancada socialista estiveram – e continuam a estar – muitas das figuras que chegaram ao hemiciclo ainda pela mão do ex-primeiro-ministro.

De resto, essa posição algo solitária do actual secretário-geral foi sendo percebida pelas críticas que se foram ouvindo na bancada parlamentar – por Seguro não defender o legado de Sócrates, por viabilizar (e ao lado dos partidos que, à direita, sustentam o governo) o Tratado Orçamental ou por defender a abstenção do partido na votação de diplomas que muitos deputados preferiam ter chumbado.

Há um terceiro grupo na bancada socialista: ou porque foram “apanhados de surpresa”, ou porque preferem não ir de todo a jogo, três deputados não assumem a sua posição em qualquer dos lados. A que se juntam dois parlamentares que ainda não tomaram posição pública e o i não conseguiu contactar.

Outro parlamentar – esse, figura de peso no partido -, continua sem abrir o jogo: Ferro Rodrigues. Há uma semana, o ex-secretário-geral disse que, por tratar-se de uma “situação excepcional” da vida do partido, tomaria em breve posição. Ainda não o fez, mas será um nome a ter em conta para os episódios seguintes na disputa pela liderança do PS, a cerca de um ano e meio das próximas legislativas (assumindo que o calendário eleitoral segue o ritmo previsto).

Numa situação particular está Maria de Belém. A presidente do PS não revela preferências, mas a decisão de enviar para a Comissão Nacional de Jurisdição a ordem de trabalhos da próxima comissão nacional do partido – como o i noticiou ontem – causou estranheza entre alguns apoiantes de António Costa.

Fora do parlamento, as federações vão-se também posicionando. Ontem, reuniu a comissão política distrital do Porto e, embora a marcação de um congresso extraordinário não estivesse na agenda, era expectável que o assunto fosse abordado. Faro, Évora, Portalegre e Castelo Branco já aprovaram moções pedindo a convocação do congresso e de eleições directas. (ionline.pt)

por Luís Claro e Pedro Rainho

com Susete Francisco

- Publicidade -
- Publicidade -

RDC: Em Lubumbashi, a população espera um melhor aproveitamento da realeza mineira

No segundo e último dia do Fórum Mineiro Indaba, encerrado no dia 19 de novembro, os funcionários das comunidades beneficiárias da realeza mineira tiveram...
- Publicidade -

Pena suspensa: Bispo e pastores da IURD condenados a 45 dias de prisão

O Tribunal do Benfica condenou, na segunda-feira, um bispo e dois pastores da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), a 45 dias de...

Gonzalo Plata testa positivo à Covid-19

Avançado do Sporting foi diagnosticado quando regressou a Portugal após representar a seleção equatoriana. Gonzalo Plata foi, este sábado, diagnosticado com Covid-19, depois de regressar...

Activistas marcam novo protesto na província angolana do Cunene contra a governadora

Na sábado, 21, apesar do forte aparato policial marcharam por sete quilómetros em protesto. Os jovens activistas que se manifestaram na cidade de Ondjiva, na...

Notícias relacionadas

RDC: Em Lubumbashi, a população espera um melhor aproveitamento da realeza mineira

No segundo e último dia do Fórum Mineiro Indaba, encerrado no dia 19 de novembro, os funcionários das comunidades beneficiárias da realeza mineira tiveram...

Pena suspensa: Bispo e pastores da IURD condenados a 45 dias de prisão

O Tribunal do Benfica condenou, na segunda-feira, um bispo e dois pastores da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), a 45 dias de...

Gonzalo Plata testa positivo à Covid-19

Avançado do Sporting foi diagnosticado quando regressou a Portugal após representar a seleção equatoriana. Gonzalo Plata foi, este sábado, diagnosticado com Covid-19, depois de regressar...

Activistas marcam novo protesto na província angolana do Cunene contra a governadora

Na sábado, 21, apesar do forte aparato policial marcharam por sete quilómetros em protesto. Os jovens activistas que se manifestaram na cidade de Ondjiva, na...

Huawei é a marca que mais representa a China

Huawei é a marca de consumo que melhor representa a China, de acordo com uma classificação de força de marca divulgada no fim de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.