- Publicidade-
InicioMundo LusófonoBrasilSobe para 8 o número de cidades em emergência devido às chuvas...

Sobe para 8 o número de cidades em emergência devido às chuvas em SC

Municípios de Guaramirim e Rio Negrinho decretaram calamidade pública.
Número de desalojados e desabrigados será atualizado pela manhã.

Mafra é uma das cidades de SC em que há decreto de emergência (Foto: Patricia Wechinewsky/VC no G1)
Mafra é uma das cidades de SC em que há decreto de emergência (Foto: Patricia Wechinewsky/VC no G1)

Em um novo relatório da Defesa Civil de Santa Catarina, subiu para oito o número de cidades com decreto de emergência por causa das chuvas no estado. Estão nessa situação os municípios de Canoinhas, Corupá, Jaraguá do Sul, Três Barras e Mafra, no Norte; e Rio dos Cedros, Timbó e Vitor Meireles, no Vale do Itajaí. Outras duas cidades, Guaramirim e Rio Negrinho, ambas na região Norte do estado, decretaram calamidade pública.

De acordo com a Defesa Civil, 24 cidades do Norte, do Vale do Itajaí e do Oeste catarinense foram atingidas por alagamentos ou deslizamentos no último fim de semana. Até as 7h desta segunda-feira (9), porém, não chovia mais na maior parte do estado.

Até esse horário, ainda não havia sido atualizado o número de desabrigados e desalojados em Santa Catarina. Segundo o último relatório, havia 670 pessoas desabrigadas e 16 mil desalojadas. Esses dados devem ser atualizados ainda na manhã desta segunda-feira.

Em entrevista ao Bom Dia Santa Catarina, o diretor de respostas da Defesa Civil, sargento James da Silva, afirmou que “hoje, a pior situação são os municípios de Guaramirim e Rio Negrinho, até porque ontem [domingo] já nos notificaram que iam decretar situação de emergência e, logo após, já para estado de calamidade pública. Nós temos muitos municípios nos informando, chegando ao nosso cartório com situações de emergência em andamento”.

Sobre a atuação da Defesa Civil, o sargente explicou que “hoje [segunda] nós entramos com os itens de assistência humanitária. O secretário Rodrigo Moratelli está, junto com os coordenadores regionais, principalmente na região do Planalto Norte, acompanhando in loco para ver as principais necessidades e dar toda essa assistência”.

Ainda há riscos
Segundo o sargento Silva, o número de pessoas desalojadas deve atingir 20 mil pessoas no estado até o final do dia. “Toda a nossa equipe de resposta está voltada à assistência humanitária”.

Apesar de a chuva ter parado, ainda há riscos de desabamentos e deslizamentos. “Nós chamamos a atenção de moradores principalmente de encostas quanto à saturação do solo. Porque poderá acontecer durante o dia pequenos deslizamentos”, alertou o diretor da Defesa Civil.

Energia elétrica
O relatório das 7h20 das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) indicou que 7.048 unidades consumidoras estavam sem energia devido a desligamentos acidentais. Mais da metade delas (3.560) estava concentrada em Jaraguá do Sul.

Também na região Norte, Mafra tinha 1.435 unidades sem luz. A região de Blumenau, no Vale do Itajaí, estava com 1.037. (globo.com)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.