- Publicidade-
InicioAngolaPossível eleição de Angola para Conselho de Segurança reforçará "participação africana"

Possível eleição de Angola para Conselho de Segurança reforçará “participação africana”

O Governo de Angola já traçou objetivos para uma possível eleição como membro não permanente no Conselho de Segurança da ONU que, a acontecer, defende Luanda, permitirá uma “maior participação africana” naquele organismo.

(Foto: Direitos Reservados)
(Foto: Direitos Reservados)

A mais recente declaração de compromisso sobre a eleição foi assumida pelo secretário de Estado das Relações Exteriores, com Manuel Domingos Augusto a recordar as visitas de dirigentes e diplomatas, que “ultimamente” têm vindo a “consultar Angola”, face à crescente importância e influência de Luanda na região.

“Se formos eleitos, procuraremos contribuir com a nossa experiência de trabalho e colaboração com o Conselho de Segurança na procura de soluções negociadas e sustentáveis para a resolução dos conflitos, através do diálogo franco e aberto como forma de se alcançar o consenso”, apontou o governante, num encontro com estudantes e diplomatas internacionais acreditados em Angola.

A eleição será feita depois de setembro próximo, durante a 69.ª Assembleia Geral das Nações Unidas, e visa o mandato para o biénio 2015/2016.

Angola já traçou, de resto, os três pilares da ação própria para este mandato, que passam pela defesa da paz e segurança, pela prevenção e resolução de conflitos, e pela realização de missões de manutenção e de consolidação de paz e missões humanitárias.

“Podemos acrescentar um quarto pilar, que é a defesa da posição africana. Que defende uma maior participação de África no Conselho de Segurança”, realçou Manuel Domingos Augusto.

Além de concorrer ao Conselho de Segurança da ONU, Angola preside desde 15 de janeiro à Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos (CIRGL), que visa a resolução de vários conflitos que permanecem ativos naquela região africana. (noticiasaominuto.com)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.