InicioMundo LusófonoBrasil IPEM-SP fiscaliza produtos típicos de festas juninas

IPEM-SP fiscaliza produtos típicos de festas juninas

Ação visa identificar irregularidades em alimentos, bebidas, enfeites e fogos de pequena potência típicos dessa época (Foto: Divulgação)
Ação visa identificar irregularidades em alimentos, bebidas, enfeites e fogos de pequena potência típicos dessa época (Foto: Divulgação)

No próximo dia 10/06 (terça-feira), o IPEM-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), autarquia do Governo do Estado que tem como finalidade proteger o consumidor, realiza a operação “Pulando a Fogueira” na Capital e interior.

O objetivo é verificar a fidelidade das indicações de quantidade, peso ou volume nas embalagens de produtos típicos, como paçoca, pé-de-moleque, vinho, pinga, milho para pipoca, itens de decoração e até fogos de pequena potência (biriba, estalo, traque, fósforo de cor).

Todos os produtos serão analisados simultaneamente nos laboratórios do IPEM-SP em São Paulo, Bauru, Campinas, São José do Rio Preto e São José dos Campos.

“A operação visa coibir a comercialização de produtos que tragam em suas embalagens a indicação do peso ou medida em desacordo com a legislação vigente, especialmente nessa época de alto consumo, por conta das festas juninas. O consumidor que tiver dúvidas deve entrar em contato com a nossa Ouvidoria”, orienta o superintendente do IPEM-SP, Alexandre Modonezi.

As empresas autuadas pelo IPEM-SP têm dez dias para apresentar defesa ao órgão. No caso de produtos pré-medidos, as multas podem variar de R$ 640 a R$ 30 mil, dobrando na reincidência.

Em 2013, a mesma operação fiscalizou 74 lotes de produtos, com 35% (26) de reprovação. Em 2012, dos 71 lotes fiscalizados, 61% (43) estavam irregulares. (diariodolitoral.com.br)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.