InicioDesportoBoxe: Selecção angolana domina Top Internacional de Boxe

Boxe: Selecção angolana domina Top Internacional de Boxe

Luanda – A selecção angolana de boxe dominou hoje (sábado), em Luanda, o Top Internacional da modalidade, ao derrotar a sua congénere namibiana, por 18 pontos a 6, em prova disputada no pavilhão 28 de Fevereiro.

Gala de Boxe internacional (Foto: Lino Guimarães)
Gala de Boxe internacional (Foto: Lino Guimarães)

Dos oito combates realizados nas categorias de 52 a 81 Kgs, os anfitriões apenas perderam um, que após Francisco Gomes diante de Michel Benhara (60), em que o caseiro foi incapaz de contrariar os propósitos do visitante.

Nas demais pelejas, para além do triunfo de Raimundo Vidal, por abandono no segundo ronde de Ebenestus Kahangundue, nos 75, proezas para Miguel Kembo (52), Kilombo Massala (56), Manuel Victor André (60), Carlos Zinga (64), Nsingui Lando (69) e Morais Quarta (81) sobre Jafet Amukua, Mathew Kasolo, Nathanael Kakololo, Abel Mikasius e Paulinus Ndjolonimu.

Anteceder aos masculinos, houve ainda lutas dos femininos, onde Rosa Quitade (56), Paula do Nascimento (60) e Juliana dos Santos (64), todas do Interclube, venceram Marta Sebastião, Luzolo Cristina e Belinha da Silva, afectas ao Team Áfricagolf-2.

O TOP Internacional também está inserido nas actividades do 35º aniversário do Ministério do Interior, que se assinala a 22 de Junho, cuja equipa domina o boxe angolano, e na preparação da selecção nacional, para Campeonato Africano da modalidade, a realizar-se de 14 a 21 deste mês, na cidade sul-africana do Cabo.

As Federações de Angola e Namíbia possuem acordo de cooperação, que permite intercâmbio entre equipas dos dois países da região austral do continente, que estarão no Africano do Cabo.

No final, o presidente da Federação Angolana de Boxe (FABOXE), Carlos Luís, expressou satisfação pelo resultado dos pugilistas nacionais, bem como o intercâmbio mantido com os namibianos.

“Estamos bastante satisfeito pela presença dos nossos irmãos namibianos, que nos permitiram conviver e testar os nossos pugilistas”. Vamos continuar a cooperar para o bem dos nossos países”, disse, lamentado a ausência de Cabo Verde, por razões internas e justificáveis.

Aos consagrados, em ambos os sexos, foram entregues medalhas, em cerimónia assistida, entre outras personalidades, o presidente do  Interclube, Alves Simões, bem como o responsável pela alta competição do Ministério da Juventude e Desportos, Moisés Graneira.     (portalangop.co.ao)                       

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.