- Publicidade-
InicioEm FocoVenezuela acusa Estados Unidos de sabotagem ao turismo do país

Venezuela acusa Estados Unidos de sabotagem ao turismo do país

 

(D.R)
(D.R)

O Governo de Caracas acusou hoje os Estados Unidos “de sabotarem o desenvolvimento turístico venezuelano”, depois de Washington alertar que a situação de conflitualidade na Venezuela pode representar um “risco significativo” para os cidadãos que visitam o país.

“Atacar o país e denegrir a sua imagem é também uma maneira de destruir a economia e travar o crescimento turístico que se tem verificado na Venezuela”, explica um comunicado do Ministério venezuelano de Turismo.

O documento afirma que o Governo dos Estados Unidos “atribui a si o direito de desestimular as viagens turísticas à Venezuela, criando na opinião pública internacional a sensação de caos e insegurança, e é quem apoia, financia e promove os responsáveis pelas tentativas golpistas para desestabilizar a Venezuela”.

“Enquanto isto acontece, centenas de turistas de todo o mundo, continuam a chegar diariamente, a desfrutar de praias, planícies, montanhas e selvas venezuelanas”, diz.

Quarta-feira os Estados Unidos alertaram que a conflitualidade na Venezuela pode representar um “risco significativo” de segurança para as “dezenas de milhares de cidadãos norte-americanos que visitam” o país anualmente, em estudo, lazer, negócios ou voluntariado.

Por outro lado precisam que 24.763 pessoas foram assassinadas em 2013 e que Caracas tem a maior taxa de homicídios do país, com 134 homicídios por cada 100 mil habitantes.

Para os Estados Unidos, a ameaça é “suficientemente séria” para “obrigar” o pessoal do Governo norte-americano a “viver e trabalhar sob rigorosas restrições” na Venezuela. (terra.com.br)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.