InicioAngolaOrganização Rússia liberta navio da Greenpeace apresado em 2013

Organização Rússia liberta navio da Greenpeace apresado em 2013

A Rússia “decidiu inesperadamente” libertar o navio da Greenpeace “Artic Sunrise”, apresado no ano passado, na sequência de um protesto contra a exploração de petróleo no Ártico, anunciou hoje o grupo de defesa do ambiente.

(Foto: Reuters)
(Foto: Reuters)

As autoridades russas disseram aos advogados da Greenpeace que as investigações iam continuar “para examinar o equipamento encontrado a bordo do navio”, de bandeira holandesa.

Em setembro do ano passado, comandos russos tomaram o “Artic Sunrise” e detiveram 30 ativistas da Greenpeace e jornalistas depois de um protesto numa plataforma ‘offshore’ do gigante petrolífero russo “Gazprom”.

Inicialmente, as autoridades russas acusaram os ativistas de pirataria, mas depois mudaram as acusações para vandalismo, que acarreta penas menos severas.

Os 30 indivíduos, incluindo quatro russos, foram detidos durante cerca de dois meses antes de serem libertados sob fiança. Posteriormente, beneficiaram de uma amnistia do Kremlin.

O “Artic Sunrise” foi rebocado para o porto de Murmansk, no norte da Rússia.

Um tribunal marítimo internacional na Alemanha ordenou à Rússia, em novembro, a libertação dos ativistas e do navio, em resposta a uma queixa formal apresentada pela Holanda. A Rússia boicotou a audiência.

A Greenpeace está a processar o Estado russo no Tribunal Europeu dos Direitos Humanos pela alegada detenção ilegal dos seus ativistas e violação do direito de liberdade de expressão.

A organização ambientalista “reagiu positivamente às notícias, mas reafirmou a posição de que a detenção do navio foi ilegal, ao abrigo da lei internacional”, disse, qualificando o anúncio de “medida inesperada”.

“O nosso navio foi apresado durante um protesto completamente pacífico contra a perfuração em águas internacionais do Ártico”, afirmou o diretor da Greenpeace Internacional, Kumi Naidoo.

A Greenpeace pediu à Rússia para manter o navio em Murmansk “até que uma equipa da organização chegue ao local para recuperar” o “Artic Sunrise.

“Hoje, o último membro do grupo está livre para regressar a casa”, disse Naidoo. (noticiasaominuto.com)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.