InicioAngolaEncontro com Hollande marca retomada de discussões de Putin com ocidentais

Encontro com Hollande marca retomada de discussões de Putin com ocidentais

François Hollande (d) foi o primeiro líder ocidental a receber o presidente russo Vladimir Putin (e) desde a anexação da Crimeia. (REUTERS/Fred Dufour)
François Hollande (d) foi o primeiro líder ocidental a receber o presidente russo Vladimir Putin (e) desde a anexação da Crimeia.
(REUTERS/Fred Dufour)

François Hollande foi o primeiro líder ocidental a receber oficialmente Vladimir Putin desde a anexação da Crimeia, há dois meses, quando o presidente russo foi isolado pela comunidade internacional. O chefe do Kremlin também se reuniu com o primeiro-ministro britânico David Cameron e tem encontro marcado com a chanceler alemã Angela Merkel.

François Hollande enfrentou um exercício diplomático delicado na noite desta quinta-feira (5). Após ter recebido a rainha da Inglaterra, Elizabeth 2ª, o chefe de Estado se encontrou com os presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, e da Rússia, Vladimir Putin, apesar das relações estremecidas entre os representantes de Washington e de Moscovo por causa da crise na Ucrânia.

Mas o líder francês encontrou uma solução para receber os dois na mesma noite, em um jantar com o primeiro, no restaurante parisiense Le Chiberta, e uma espécie de ceia com o segundo, no palácio do Eliseu, sede da presidência francesa. Os dois chefes de Estado estão na França para o aniversário dos 70 anos do desembarque dos aliados na Normandia, celebrados nesta sexta-feira (6).

Além do malabarismo diplomático de Hollande, o evento também marca a volta à cena internacional de Vladimir Putin. O francês foi o primeiro líder ocidental a receber oficialmente o presidente russo, isolado desde a anexação da Crimeia, há dois meses. Durante uma hora e meia os dois chefes de Estado falaram sobre vários assuntos, mas a crise ucraniana foi o tema principal das conversas. Nenhuma declaração oficial foi feita após a ceia.

Encontros bilaterais

Um pouco antes Putin se reuniu rapidamente com o primeiro-ministro britânico, David Cameron, logo após seu desembarque em Paris. O primeiro ministro disse que “a Rússia deve reconhecer e trabalhar com o novo presidente ucraniano”, Petro Poroshenko.

Os chefes da diplomacia norte-americana, John Kerry, e russa, Sergueï Lavrov, também se encontraram em um hotel parisiense na noite desta quinta-feira. Eles confirmaram a vontade mútua de cooperar pela paz e a estabilidade na Ucrânia.

As reuniões bilaterais continuam nesta sexta-feira, com um encontro entre Putin e a chanceler alemã Angela Merkel. Os dois devem se reunir na Normandia, paralelamente à cerimónia de aniversário dos 70 anos de desembarque dos aliados.

Nenhuma reunião está prevista entre Obama e Putin. O chefe da Casa Branca declarou durante a tarde desta quinta-feira em Bruxelas que “se as provocações russas continuarem, os países do G7 estão dispostos a impor sanções suplementares à Rússia”. (rfi.fr)

 

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.