- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Metro de São Paulo parado a uma semana do Mundial

Metro de São Paulo parado a uma semana do Mundial

Sem um aumento dos salários em 16,5%, os trabalhadores grevistas garantem que não haverá metropolitano a rolar na cidade onde se inaugura o Mundial-2014.

(r7.com)
(r7.com)

“Greve por tempo ilimitado” é como designam os trabalhadores do metropolitano de São Paulo a paralisação dos serviços a que deram início esta quinta-feira. Foi este o meio de pressão que escolheram para obrigar as autoridades da capital económica do Brasil a cederem às suas reivindicações salariais, a uma semana do início do Mundial de futebol.

A greve do metro não vai passar despercebida, uma vez que aquele é o principal meio de acesso à Arena Coríntia, o luxuoso estádio onde terá lugar a cerimónia inaugural da maior competição mundial de futebol, bem como outros seis dos 64 jogos do torneio. Além disso, a paralisação do metro afeta quatro milhões e meio de pessoas que nele circulam diariamente, numa cidade com 20 milhões de habitantes.

O presidente do sindicato é claro quando declara inaceitável um aumento de menos de dois dígitos: “É o mundo real. A inflação do preço dos alimentos e a inflação real (6,5%) são muito mais elevadas do que a proposta das autoridades”, diz Melo Prazeres Júnior. Esta greve vem juntar-se aos movimentos sociais que têm mantido vivos protestos na cidade e por todo o país, exigindo saúde e educação de “qualidade FIFA”.

Na noite de quarta-feira, perto de quatro mil militantes do movimento dos sem-abrigo e 400 elementos da polícia militar manifestaram-se separadamente perto do estádio, bloqueando uma das principais artérias de São Paulo. Foi há um ano, durante a Taça da Confederação, que aconteceram os primeiros protestos na cidade, então maioritariamente protagonizados por estudantes paulistas que exigiam a gratuidade dos transportes públicos. As manifestações inicialmente pacíficas foram violentamente reprimidas pela polícia.

Um ano mais tarde “nada mudou”, acusa António Carlos Costa, da organização não-governamental Rio da Paz, que organizou um protesto contra os custos do Mundial em frente ao Parlamento de Brasília. (sapo.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

João Lourenço envia mensagem ao homólogo são-tomense

O Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, entregou, na terça-feira, uma mensagem do Presidente João Lourenço ao Chefe de Estado são-tomense, Evaristo Carvalho, no...
- Publicidade -

Generais “Dino” e “Kopelipa” proibidos de sair do país

Os generais Leopoldino Nascimento “Dino” e Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa” estão proibidos de se ausentar do país, por decisão da Procuradoria-Geral da República...

Luanda: Mais de 600 famílias vivem em absoluta miséria no bairro do Povoado e Cabo Ledo – Realojamento aguardado há 7 anos – O...

Há sete anos que os moradores do bairro do Povoado e Cabo Ledo, no distrito urbano da Samba, município de Luanda, aguardam pelo realojamento...

Conferência Internacional de Arbitragem aborda ‘Resolução de conflitos em tempos de mudança’

Adicionalmente, em formato de workshop, será abordada a Resolução de Disputas no Desporto Profissional. Resolução de Conflitos em Tempos de Mudança é o tema fulcral...

Notícias relacionadas

João Lourenço envia mensagem ao homólogo são-tomense

O Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, entregou, na terça-feira, uma mensagem do Presidente João Lourenço ao Chefe de Estado são-tomense, Evaristo Carvalho, no...

Generais “Dino” e “Kopelipa” proibidos de sair do país

Os generais Leopoldino Nascimento “Dino” e Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa” estão proibidos de se ausentar do país, por decisão da Procuradoria-Geral da República...

Luanda: Mais de 600 famílias vivem em absoluta miséria no bairro do Povoado e Cabo Ledo – Realojamento aguardado há 7 anos – O...

Há sete anos que os moradores do bairro do Povoado e Cabo Ledo, no distrito urbano da Samba, município de Luanda, aguardam pelo realojamento...

Conferência Internacional de Arbitragem aborda ‘Resolução de conflitos em tempos de mudança’

Adicionalmente, em formato de workshop, será abordada a Resolução de Disputas no Desporto Profissional. Resolução de Conflitos em Tempos de Mudança é o tema fulcral...

Corrupção em Angola: Reportagens da TPA desmascaram Manuel Vicente e pares

A Televisão Pública de Angola (TPA) iniciou, na segunda-feira, a apresentação de uma série de 11 reportagens intituladas “O Banquete”, que mostra como altas...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.