- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Mestre angolano considera capoeira escola de virtudes

Mestre angolano considera capoeira escola de virtudes

O mestre angolano Justino Andrade “Faísca” considerou hoje, em Luanda, a capoeira de escola de virtudes e importante contributo ao desenvolvimento integral do praticante.

capoeira ajuda a moldar carácter de praticantes (ANGOP)
capoeira ajuda a moldar carácter de praticantes (ANGOP)

Em declarações à Angop, o responsável do grupo nacional Rabo de Arraia, que controla mais de 100 capoeristas, na capital do país e na província do Uíge, referiu que além da
cultura física, os praticantes apreendem o desportivismo e moldam o seu carácter de respeito, amor ao próximo e à sociedade.

“É preciso compreender que a capoeira é uma actividade física que envolve a dança, arte, magia e desportivismo, contribuindo significativamente na formação multilateral dos
envolvidos, principalmente as crianças, que saem melhores preparadas para o convívio e integração social”, disse.

Considerou que a prática da capoeira faz muito bem à mente e ao corpo e ajuda muito na coordenação motora, sendo o segundo desporto mais completo do mundo, depois da
natação, com benefícios múltiplos, tais como o conhecimento da história de Angola, do continente Africano, América e de outras partes do mundo.

Quanto à organização e o nível dos grupos no país, o especialista considerou de bom, visto na sua maioria estarem formados em associações, com jogos internos e
participações positivas em competições no exterior, onde dignificam a capoeira angolana.

A necessidade da criação de uma federação da capoeira no país, que possa congregar as várias associações, bem como maior atenção e apoios por parte de instituições estatais e
privadas, também mereceram referências por parte do instrutor.

Criado em Setembro de 2009, em Luanda, o Grupo Rabo de Arraia tem origem na cidade de Brasília, com similares no Brasil, Portugal, Espanha, México, Reino Unido, Ucrânia e
Rússia, tendo como expoente o mestre Balu, residente na região espanhola de Bilbau.

A capoeira é uma expressão cultural brasileira que mistura arte marcial, desporto, cultura popular e música. Desenvolvida no Brasil principalmente por descendentes de escravos
africanos, com realce para Angola, é caracterizada por golpes e movimentos ágeis e complexos, utilizando primariamente chutes e rasteiras, além de cabeçadas, joelhadas,
cotoveladas e acrobacias em solo ou aéreas.

Uma característica que distingue a capoeira da maioria das outras artes marciais é a sua musicalidade. Praticantes desta arte marcial brasileira aprendem não apenas a lutar e a
jogar, mas também a tocar os instrumentos típicos e a cantar. Um capoeirista experiente que ignora a musicalidade é considerado incompleto.

Outras expressões culturais, como o maculelê e o samba de roda, são muito associadas à capoeira, embora tenham origem e significados diferentes.

No século XVII, era costume dos povos pastores do sul da actual Angola, na África, comemorar a iniciação das jovens à vida adulta com uma cerimónia chamada “N’golo” .

Dentro da cerimónia, os homens disputavam uma competição de luta animada pelo toque de atabaques em que ganhava quem conseguisse encostar o pé na cabeça do adversário.

O vencedor tinha o direito de escolher, sem ter de pagar o dote, uma noiva entre as jovens que estavam sendo iniciadas à vida adulta.

Com a chegada dos invasores portugueses e a escravização dos povos africanos, esta modalidade de luta foi levada , através do porto de Benguela, para a América, especialmente para o Brasil, onde se fixou a maior parte dos escravos africanos levados em América. (portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -

Tortuosos caminhos da liberdade (IV)

Arranco decidido para a terceira etapa do meu percurso, com o foco da corrupção a ocupar, bem contra a minha vontade – devo confessar...
- Publicidade -

Inaugurado em Luanda: Presidente propõe criação de fundo para manutenção do Arquivo Nacional

João Lourenço defende que a utilização do espaço deve obedecer a critérios que não pesem no bolso dos cidadãos, para que as pessoas possam...

Reações.Violência policial na França: a imprensa estrangeira em choque

Deriva autoritária? Caso George Floyd ao estilo francês? Após a divulgação de imagens da agressão a um produtor negro pela polícia e enquanto uma...

Falta de comida leva ursos a atacar túmulos na Rússia

Animais procuraram forma de sobreviver à fome O comportamento incomum dos animais foi observado em mais do que uma cidade, mas foi o município russo...

Notícias relacionadas

Tortuosos caminhos da liberdade (IV)

Arranco decidido para a terceira etapa do meu percurso, com o foco da corrupção a ocupar, bem contra a minha vontade – devo confessar...

Inaugurado em Luanda: Presidente propõe criação de fundo para manutenção do Arquivo Nacional

João Lourenço defende que a utilização do espaço deve obedecer a critérios que não pesem no bolso dos cidadãos, para que as pessoas possam...

Reações.Violência policial na França: a imprensa estrangeira em choque

Deriva autoritária? Caso George Floyd ao estilo francês? Após a divulgação de imagens da agressão a um produtor negro pela polícia e enquanto uma...

Falta de comida leva ursos a atacar túmulos na Rússia

Animais procuraram forma de sobreviver à fome O comportamento incomum dos animais foi observado em mais do que uma cidade, mas foi o município russo...

LIMA tem nova líder no Bengo

A nova presidente provincial do Bengo da Liga da Mulher Angolana (LIMA), Ana Paula Afonso, foi investida, ontem, em Caxito, substituindo Ana José Chumbo. A...
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. No Brasil existe um movimento revisionista que tentando diminuir ou mesmo negar a origem africana da capoeira, eles “QUEREM” que a capoeira seja 100% brasileira, e atribuem sua origem uma luta indigna chamada maraná (nunca antes mencionada em estudos antropológicos), as lutas indígenas são muito diferentes da capoeira, lembram luta livre.
    Alguns dizem que a capoeira é uma mistura de n’golo e maraná, mas já vi mestres de capoeira dizendo que a “capoeira não tem nada de africano”, seria bom que houvesse um estudo abragente da relação entre n’golo e capoeira (a relação exata dos movimentos de um e outro), a maneira simples como é como contada, é zombada e considerada uma lenda por muitos brasileiros atualmente, infelizmente.

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.