- Publicidade-
InicioAngolaConcluídas obras do novo edifico da Assembleia Nacional

Concluídas obras do novo edifico da Assembleia Nacional

As obras do novo edifício da Assembleia Nacional estão praticamente concluídas, aguardando apenas pela entrega da infra-estrutura por parte da empreiteira ao parlamento para a sua inauguração.

 

(radioemi.com)
(radioemi.com)

A informação foi prestada terça-feira, 03/06, em Luanda, pelo secretário-geral da Assembleia Nacional, Pedro de Neri, quando falava no final do workshop sobre “A organização e funcionamento da Assembleia Nacional”.

“O edifício fisicamente já está pronto, falta alguns detalhes. Estamos em crer que dentro de dois meses a empresa responsável pela construção nos informará quando é que vamos mudar”, informou. (rna.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. É mais uma obra feita, e espero que seja mesmo bem-feita. E não mais uma daquelas que temos visto… Para dizer que agora mais duque nunca os Srs. Deputados, devem com zelo, dedicação, amor e clareza, mostrarem que foram eleitos para trabalharem para o pais, e o pais, é o povo… Sem estes eles não estariam ali. Por isso saibam preservar o vosso pão. Mas, com respeito ao povo sem roubo e sem corrupção, porque o povo Angolano ainda esta a sofrer muito. Este novo edifício foi feito com os dinheiros de todos nós, por isso, quem ali estiver, estará por Angola. Porque Assembleia Nacional não é casa de Ninguém é de todos nós Angolanos. Aos Opositores ao partido no poder sejam e continuem a ser os fiscalizadores (respeitosos e seguindo a lei) daqueles muitos… que pensam saber tudo, mas que «muitos deles» não fazem nada… senão esperar o salário e beneficiar das regalias da representação… sem mais de longa, mais uma vez falei. Manuel dos Santos (vulgo). Abraços ao Nosso Presidente «DOS SANTOS» Continue a trabalhar em torno do Angolano.

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.