- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Primeiro-ministro japonês aceita plano para corte de impostos a empresas

Primeiro-ministro japonês aceita plano para corte de impostos a empresas

 

(D.R)
(D.R)

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, aceitou um plano de corte a partir de 2015 do imposto aplicado às empresas do país, um dos mais altos do mundo, e que defende que o Governo deve melhorar o sistema de recolha de impostos para não aumentar ainda mais a dívida do país.

Shinzo Abe aceitou a proposta de baixar a carga fiscal delineada na véspera pelo comité fiscal do Partido Liberal Democrata, revela hoje o diário Yomiuri.

O imposto das sociedades nipónicas – de 35% – é um dos mais altos do mundo e está acima de outras potências regionais como a China e a Coreia do Sul que cobram, respetivamente, 25% e 24%.

O comité insta o Governo a, no entanto, concretizar o corte em paralelo com a melhoria do sistema de recolha de receita com a aplicação de critérios externos, já que os padrões atuais permitem que 70% das empresas nipónicas não paguem impostos de sociedade devido aos seus maus resultados financeiros.

Shinzo Abe, que considera que o corte no imposto será essencial para atrair investimento estrangeiro no Japão, quer ter a reforma fiscal pronta no final do ano para que possa ser aplicada no início do próximo ano fiscal japonês, que começa em abril de 2015.

O comité fiscal dos liberais defende ainda que o superavit das contas públicas deve ser atingido em 2020, para que a dívida pública japonesa, a maior do mundo, não continue a subir. (economico.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Nova onda de raptos inquieta empresários moçambicanos

Uma nova onda de raptos está a inquietar empresários nas principais cidades moçambicanas e há receios de impacto negativo nos investimentos. Os últimos casos incluem...
- Publicidade -

Plano Estratégico da CEEAC analisado pelos ministros

Reunião prepara 18ª Sessão Ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo, agendada para sexta-feira Os ministros das Relações Exteriores e dos Negócios...

Bandeiras da UNITA voltam a ser destruídas no Kwanza Norte

O partido UNITA em Ndalatando, província angolana do Kwanza Norte, foi alvo de ataques na madrugada deste domingo (22.11), depois que as suas bandeiras...

Nova Iorque: Corpos ficam em caminhões por famílias não terem dinheiro de enterros

Das centenas de corpos que estão armazenados em caminhões frigoríficos em Nova York, muitos são de pessoas cujos familiares não têm dinheiro para as...

Notícias relacionadas

Nova onda de raptos inquieta empresários moçambicanos

Uma nova onda de raptos está a inquietar empresários nas principais cidades moçambicanas e há receios de impacto negativo nos investimentos. Os últimos casos incluem...

Plano Estratégico da CEEAC analisado pelos ministros

Reunião prepara 18ª Sessão Ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo, agendada para sexta-feira Os ministros das Relações Exteriores e dos Negócios...

Bandeiras da UNITA voltam a ser destruídas no Kwanza Norte

O partido UNITA em Ndalatando, província angolana do Kwanza Norte, foi alvo de ataques na madrugada deste domingo (22.11), depois que as suas bandeiras...

Nova Iorque: Corpos ficam em caminhões por famílias não terem dinheiro de enterros

Das centenas de corpos que estão armazenados em caminhões frigoríficos em Nova York, muitos são de pessoas cujos familiares não têm dinheiro para as...

Pai de Inocêncio de Matos suspende vigília defronte à PGR após promessa de nova autópsia

Alfredo de Matos, pai do jovem Inocêncio, de 23 anos de idade, morto na Manifestação a 11 de Novembro, suspendeu às 00h a vigília...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.