- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Crónicas e Artigos Melhoria das condições de vida: Investimento no Moxico a maior província...

Melhoria das condições de vida: Investimento no Moxico a maior província de Angola

Mapa do Moxico (a maior província de Angola) (DR)
Mapa do Moxico (a maior província de Angola) (DR)

Muito se tem falado nos últimos tempos no desenvolvimento de Angola. Para tal, contribuiu muito o fim da guerra em Abril de 2002 motivo que serviu de catalisador para uma grande corrida ao investimento no nosso país primeiramente garantido pelo crédito à economia fornecido pelo parceiro chinês e posteriormente a abertura dos nossos mercados aos grandes investidores que ganharam confiança para investir em Angola não só pelo clima de paz e fortes perspectivas de crescimento bem como pelas notas positivas com tendência de progressão dadas pelas principais agências de notação de risco à economia nacional.

Todo este crescimento que está a levar Angola ao desenvolvimento é regulamentado nesta altura por um forte e detalhado instrumento do Governo que é o Plano Nacional de Desenvolvimento 2013-2017 que serve de matéria de base para assegurar um crescimento gradual e sustentado do nosso país. O documento tem sido aplicado na plenitude e os resultados são mais que positivos como todos nós vemos não só pela melhoria das múltiplas infra-estruturas um pouco por todo o país aonde se destacam os hospitais, escolas, centralidades habitacionais, estradas, caminhos-de-ferro, aeroportos mas também pela clara melhoria de vida de grande parte da população e também pelo ambicioso plano nacional de luta contra à pobreza coordenado pelo Ministério do Comércio.

Entretanto, neste que é o segundo ano da aplicação do Plano Nacional de Desenvolvimento, um novo paradigma foi introduzido na sua aplicação. Com o objectivo que verificar in loco o desenvolvimento e as suas perspectivas de realização, o Presidente da República José Eduardo dos Santos introduziu uma nova dinâmica a aplicação prática do referido plano que são visitas provinciais presidindo nas mesmas a reunião da Comissão Económica do Conselho de Ministros e posteriormente aprovando o plano de desenvolvimento da província. Este grande exercício do Presidente da República faz com que haja uma maior dinamização das economias provinciais já que a visita a uma determinada província serve também de catalisador para uma dinamização das províncias circunvizinhas. Aconteceu na província do Namibe aonde os governadores provinciais fronteiriças se fizeram presentes para uma melhor coordenação das políticas regionais. Esta junção de sinergias positivas com o objectivo de desenvolver o país e melhorar as condições de vida dos angolanos voltou a registar-se na província do Uíge aonde os membros do Executivo nacional tiveram a oportunidade de constatar o renascimento não só da economia cafeicola como também o crescimento do sector turístico aonde destacam-se as grutas do Nzenzo recentemente eleitas uma das sete maravilhas naturais de Angola.

 

Governador João Ernesto dos Santos "Liberdade" tem todas as condições criadas para receber investidores nacionais e estrangeiros (DR)
Governador João Ernesto dos Santos “Liberdade” tem todas as condições criadas para receber investidores nacionais e estrangeiros (DR)

Como anteriormente, o Presidente José Eduardo dos Santos introduziu um novo paradigma ao deixar claro que o governo conta com o sector privado para alavancar a economia do país. Assim, os parceiros privados não devem somente estar virados a investir na capital do país. Veja-se o caso da província do Moxico. Esta que é a maior província do país com uma área de 223 023 quilómetros quadrados, é também conhecida como as “terras da paz” por lá ter sido assinado o memorando do Luena que marcou o fim da guerra, é também uma das regiões mais ricas do nosso país. Como o Executivo Central e como todos os outros governos provinciais, o Governo provincial liderado pelo Governador João Ernesto dos Santos “Liberdade” certamente que também conta com os parceiros privados para que se possam desenvolver parcerias publico-privadas e investimentos privados de pequeno, médio e grande volume de investimento no sentido de se dar uma maior dinâmica no concernente ao desenvolvimento local e nacional no geral. A abertura demonstrada pelo Governador João Ernesto dos Santos em eventos recentes como feiras alusivas ao dia da província e exposições diversas, convidam todos aqueles que estiverem interessados em investir na maior província de Angola a fazerem-no sem enfrentarem grandes impedimentos de ordem administrativa pois garante-se um trabalho célere em nome do benefício da população local, das províncias limítrofes e dos países fronteiriços já que todos os investimentos feitos no Moxico têm a particularidade de serem transversais e bem aproveitados na RDC e na Zâmbia países vizinhos e também no Zimbábue, Namíbia e Malawi países próximos e que com a chegada a breve trecho do comboio ao Luau (com previsão para este ano) facilitará todo e qualquer projecto garantindo-se assim uma grande vantagem Geoeconómica para a recuperação do investimento e Geoestratégica para a sua implementação. A titulo de exemplo, se investirmos no agro-negócio, o investimento tem retorno quase que imediato já que o Moxico possui solos férteis que garantem uma grande produção agrícola de massango, batata doce, citrinos, girassol, arroz, mandioca, milho entre outros produtos de rápida colheita. No concernente a produção bovina, na província desenvolvem-se mais diversos tipos de gado com o bovino e o caprino a ocuparem a linha da frente. O Moxico tem também um grande potencial para a exploração de carvão, cobre, manganês, ferro, diamantes, ouro, volfrâmio, estanho e molibdénio, urânio, lenhite.  

O eco-turismo é uma das áreas de maior potencial na província já que o Parque Nacional da Cameia com uma área de 14.450 quilómetros quadrados totalmente protegidos e com uma riqueza bio-natural única no mundo podem ser apreciados por turistas não só nacionais como internacionais. Entre as muitas alternativas turísticas da província podemos também encontrar as quedas do rio Luizavo consideradas por muitos uma das mais belas paisagens da SADC. Contudo, para que esta província que é o “motor” do Leste de Angola se possa desenvolver cada vez mais, é necessário que haja uma articulação entre o sector público e o sector privado já que o Estado a luz do Plano Nacional do Desenvolvimento prevê para o Leste de Angola uma maior promoção da agricultura de mercado e formalização das economias rurais com a abertura do território e povoamento rural permitindo que se ganhe dimensão económica urbana com base em funções administrativas, serviços avançados, turismo complementado com actividades industriais e funções logísticas, certamente que se conta com o investimento privado para construir hotéis, resorts, investir-se em explorações de minérios diversos para que se possa como é objectivo do governo nacional aumentar a qualidade de vida dos cidadãos deste grande e imenso país chamado Angola. Assim sendo, estamos todos (nacionais e estrangeiros) convidados a visitar e a investir no Moxico terra da paz e do desenvolvimento. *Docente Universitário. (António Luvualu de Carvalho *)

 

 

- Publicidade -
- Publicidade -

BCP confirma abertura da Sonangol para avaliar “oportunidades de criação de valor”

O Millennium bcp confirmou ontem quarta-feira que o seu segundo maior acionista, a angolana Sonangol, está atenta a eventuais movimentos de consolidação bancária na...
- Publicidade -

Covid-19. Morreu o antigo presidente francês Giscard d’Estaing

Giscard d'Estaing estava hospitalizado desde meados de novembro. De acordo com a família, o ex-chefe de Estado morreu após complicações devido à Covid-19. O antigo...

Economista Yuri Quixina alvo de assalto à mão armada

O economista e docente universitário Yuri Quixina anunciou na sua página do twitter ter sido hoje, alvo de um assalto à mão armada, quando...

Imunidades de Manuel Vicente vão ser reavaliadas pela PGR

As imunidades que protegem o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, de processos judiciais vão ser reavaliadas pela Procuradoria-Geral da República de Angola, avançou à Lusa...

Notícias relacionadas

BCP confirma abertura da Sonangol para avaliar “oportunidades de criação de valor”

O Millennium bcp confirmou ontem quarta-feira que o seu segundo maior acionista, a angolana Sonangol, está atenta a eventuais movimentos de consolidação bancária na...

Covid-19. Morreu o antigo presidente francês Giscard d’Estaing

Giscard d'Estaing estava hospitalizado desde meados de novembro. De acordo com a família, o ex-chefe de Estado morreu após complicações devido à Covid-19. O antigo...

Economista Yuri Quixina alvo de assalto à mão armada

O economista e docente universitário Yuri Quixina anunciou na sua página do twitter ter sido hoje, alvo de um assalto à mão armada, quando...

Imunidades de Manuel Vicente vão ser reavaliadas pela PGR

As imunidades que protegem o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, de processos judiciais vão ser reavaliadas pela Procuradoria-Geral da República de Angola, avançou à Lusa...

Cantora gospel é agredida pelo marido em pleno shopping no Rio de Janeiro

O cantor gospel Juninho Black publicou em sua conta do Instagram um vídeo onde mostra sua irmã, a cantora Quesia Freitas, sendo agredida pelo...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.