- Publicidade-
InicioCulturaEscritor Luís Mendonça presta homenagem aos doentes mentais

Escritor Luís Mendonça presta homenagem aos doentes mentais

O romance “O Reino Das Casuarinas”, da autoria do escritor angolano Luís Mendonça, publicado na terça-feira, em Luanda, homenageia os doentes mentais e denúncia a pouca atenção prestada a eles.

Escritor José Luís Mendonça(à direita), quando autografa o Livro "O Reino das Casuarinas" (Foto: Francisco Miúdo)
Escritor José Luís Mendonça(à direita), quando autografa o Livro “O Reino das Casuarinas” (Foto: Francisco Miúdo)

“A sociedade humana evoluiu tecnologicamente, mas no aspecto moral não progrediu nada. O livro, editado pela Texto Editores, é uma homenagem a essa classe de pessoas que ninguém vê passar no tempo”, explicou o escritor na sessão de lançamento ocorrida no Instituto Camões.

O Reino das Casuarinas, apontou, é um espaço que abre para aquelas pessoas que mais ignoradas pela sociedade. “Portanto, são sete personagens neste estado mental, mas que têm noções de lucidez. Eles sofrem de amnésia auto-adquirida”, acrescentou.

Luís Mendonça faz também uma denúncia sobre a degradação da floresta da Ilha de Luanda, registada desde 1987.

“Hoje já não se consegue ir a floresta da Ilha (…).Estamos todos assistir a um crime e ninguém quer saber”, sublinhou.

José Luís Mendonça nasceu em Angola, no dia 24 de Novembro de 1955, na comuna da Mussuemba, município do Golungo Alto.

Licenciado em Direito pela Universidade Católica de Angola, é jornalista de profissão, actualmente vinculado às Edições Novembro, E.P., onde exerce o cargo de director e editor-chefe do Jornal Cultura, quinzenário angolano de Arte e Letras.

Em 2005, foi contemplado com o Prémio Notícias Gerais da Lusofonia, no Concurso CNN Multichoice Jornalismo Africano.

No mesmo ano, o Ministério da Cultura atribuiu-lhe o Prémio Angola Trinta Anos, na disciplina de Literatura, no âmbito das comemorações do 30º Aniversário da Independência Nacional, pela sua obra poética Um Voo de Borboleta no Mecanismo Inerte do Tempo.

Luís Mendonça é autor de obras como “Respirar as Mãos na Pedra” (poema), “Olfacto do Afecto” (poema). (portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.