InicioMundo LusófonoCabo VerdeCabo Verde quer reforçar apoio consular no Reino Unido

Cabo Verde quer reforçar apoio consular no Reino Unido

(D.R)
(D.R)

O governo cabo-verdiano está a estudar uma forma de reforçar o apoio consular no Reino Unido, para onde o fluxo migratório tem aumentado, afirmou durante uma visita a Londres a ministra das Comunidades, Fernanda Fernandes.

“Não existem dados estatísticos, mas pela informação recolhida, é uma comunidade que está a crescer, sobretudo com pessoas vindas de Portugal: descendentes de cabo-verdianos que nasceram, ou foram pequenos para Portugal”, afirmou à agência Lusa.

De acordo com o que apurou durante a visita, que começou no sábado e termina hoje, “é uma comunidade bem integrada, dinâmica, mas que precisa de alguma organização e também de algum suporte a nível consular”, disse Fernanda Fernandes.

A ministra admitiu existir no Reino Unido um cônsul honorário, “mais virado para promoção de investimento e área comercial”, enquanto os processos sobre documentação são tratados na embaixada em Bruxelas.

Devido aos custos que implicam abrir uma missão diplomática, está a ser estudada a abertura de “outro consulado honorário na perspetiva de prestação de serviços consulares”, adiantou.

Durante a visita à capital britânica e também à cidade costeira de Great Yarmouth, Fernanda Fernandes encontrou-se com representantes de autoridades locais londrinas e membros da comunidade, que lhe deram conta de uma comunidade discreta.

A ministra disse desejar ver no Reino Unido uma comunidade “mais ativa a nível cultural e político”, o que indiretamente pode ajudar Cabo Verde, nomeadamente em termos de turismo: atualmente, 20% do total dos turistas que visitam aquele país são britânicos.

“Fala-se muito das remessas de emigrantes que são 10% do PIB [Produto Interno Bruto], mas a emigração é um potencial porque promove a cultura de Cabo Verde fora, traz novas ideias sobre o mundo e abre os nossos horizontes em termos de transferência de competências”, enfatizou.

Esta visão faz parte da “Estratégia Nacional de Emigração e Desenvolvimento”, apresentada oficialmente em abril na Praia, e que a ministra prevê também discutir durante uma visita a Lisboa no final desta semana.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.