InicioMundo LusófonoBrasilSnowden não solicitou asilo formal ao Brasil, diz chanceler

Snowden não solicitou asilo formal ao Brasil, diz chanceler

Nesse domingo (1), Snowden disse em entrevista que adoraria morar no Brasil, e que não sabia que o governo brasileiro havia negado que tenha recebido seu pedido.

 (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O Ministério das Relações Exteriores reafirmou hoje (2) que o governo brasileiro não recebeu formalmente pedido de asilo político de Edward Snowden, ex-agente da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês), que vive atualmente na Rússia. Segundo o Itamaraty, nenhuma solicitação foi feita pelas vias formais.

Nesse domingo (1), Snowden disse em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, que adoraria morar no Brasil, e que não sabia que o governo brasileiro havia negado que tenha recebido seu pedido. Em julho de 2013, após as primeiras denúncias de espionagem dos EUA, o ex-agente solicitou asilo a 21 países, entre eles o Brasil. Na entrevista, ele explicou a negativa dizendo que talvez algum procedimento não tenha sido respeitado.

“Não é uma resposta que se dê com um ‘sim’ ou ‘não’. Se chegar o pedido, será analisado, mas não chegou”, disse a jornalistas o chanceler Luiz Alberto Figueiredo nesta manhã. Essa foi a mesma opinião manifestada pela presidenta Dilma Rousseff em dezembro passado, quando comentou uma campanha que recolheu assinaturas em prol da concessão do asilo.

Para o jornalista Glenn Greenwald, um dos responsáveis por divulgar o esquema que acusa o governo norte-americano de espionar a comunicação de cidadãos e autoridades de vários países –  incluindo a presidenta Dilma e a chanceler alemã Angela Merkel – o Brasil e a Alemanha deveriam conceder asilo a Snowden porque ele “protegeu a liberdade de informação desses países”.  Após as denúncias, os dois países elaboraram um projeto sobre o direito à privacidade na era digital, aprovado pela Assembleia Geral das Nações Unidas. (diariodolitoral.com.br)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.