InicioAngolaFARC abateram militar que estava em ação humanitária

FARC abateram militar que estava em ação humanitária

O capitão do exército colombiano Gustavo Enrique Ortiz Lozada foi assassinado segunda-feira por elementos das FARC no departamento de Caquetá, enquanto realizava trabalhos sociais com a comunidade, revelaram as forças armadas.

(Foto: Christian Escobar Mora)
(Foto: Christian Escobar Mora)

Bogotá, 03 jun (Lusa) – O capitão do exército colombiano Gustavo Enrique Ortiz Lozada foi assassinado segunda-feira por elementos das FARC no departamento de Caquetá, enquanto realizava trabalhos sociais com a comunidade, revelaram as forças armadas.

O crime, segundo o exército, é “uma clara violação a todas as normas de Direito Internacional Humanitário” e foi atribuído à Frente 15 das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), organização com quem o Governo do país tem em curso desde novembro de 2012 conversações de paz em Havana.

O militar, de 32 anos, foi abatido na povoação de La Union Peneya, do município de La Montañita, “enquanto estava em trabalho social de apoio à comunidade”.

Os membros das FARC esconderam-se numa casa, a partir da qual perpetraram o ataque.

No âmbito do trabalho social, o exército entrega ferramentas agrícolas às famílias e kits escolares e participa em ações de apoio aos populares.

O exército acusa ainda Raúl Gómez Urrea, conhecido por “Wilmer” e comandate da Frente 15, de ser o autor da ordem de ataque. (msn.com)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.